Bolsonaro recua sobre uso de máscara e diz que decisão é de governadores e prefeitos

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mudou seu posicionamento sobre desobrigar o uso de máscaras pelas pessoas vacinadas ou já recuperadas do novo coronavírus. Nesta sexta-feira, 11 de junho, ao deixar o Palácio da Alvorada, ele repetiu que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um estudo sobre o tema. Porém, diferente do que afirmou ontem, Bolsonaro disse que a decisão final caberá ao ministro e aos governadores e prefeitos.

“Quem vai decidir é ele (Queiroga), não o parecer. Se bem que quem define, na ponta da linha, são os governadores e os prefeitos. Segundo o Supremo, quem manda são eles”, afirmou Bolsonaro. Ontem, o presidente recebeu críticas após relevar a demanda feita ao ministro Marcelo Queiroga.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.