Universo Genial 175 mil

Universo Genial: como um estudante de Física criou, por meio do humor, uma das maiores páginas sobre divulgação astronômica do Instagram

Conheça Jeferson Stefanelli, que criou o Universo Genial para aproximar a Astronomia do público leigo por meio do humor no Instagram.

Por Gustavo Guedes, para o Por Dentro do RN

Dando continuidade ao projeto de escrever sobre páginas e canais que tratem da divulgação científica na Internet, me entrei em contato com Jeferson por e-mail e quis saber um pouco mais sobre o seu trabalho, suas aspirações profissionais e as motivações que o levaram a criar um dos perfis que eu mais gosto (e acho engraçadas) no Instagram.

O Universo Genial entrou na minha vida quando um conhecido compartilhou uma foto da suporta descoberta da tão falada fosfina no planeta Vênus. Na época, chegaram a dizer que isso seria um indício de vida. Tempos depois, porém, revisaram o estudo e perceberam que a substância nem era tão abundante assim na atmosfera do planeta.

Fundador do Universo Genial no Instagram e Facebook
Foto: cedida pelo entrevistado

Quem é Jeferson Stefanelli?

Imagine o que é ser um estudante de exatas que conseguiu o feito de ter 175 mil seguidores no Instagram. Esse é o caso de Jeferson Stefanelli, dono da Universo Genial, página humorística que procura simplificar a Astronomia para o público geral. Nascido no município paulista de São Bernardo do Campo, casado com Vânia e pai da estudante de Psicologia Letícia, Jeferson é um jovem de 43 anos, apaixonado por Astronomia e um fã inveterado de Carl Sagan, um dos cientistas mais importantes do século XX.

“Sempre fui um apaixonado pela Astronomia desde os meus 9 anos, quando li o grande livro Cosmos, de Sagan”, diz Jeferson, que revela que essa foi a inspiração dele para, ainda em 2014, criar a página do Universo Genial no Facebook, que conta hoje com quase 40 mil curtidas.

Como aconteceu a migração do Universo Genial para o Instagram?

Há três anos, após o Facebook começar a perder o protagonismo que já teve outrora, Jeferson resolveu migrar a página para o Instagram, plataforma que mais cresceu nos últimos anos. Para Jeferson, o cabeça por trás dos posts humorísticos no Universo Genial, a motivação para a criação da página veio pela sua paixão pela Astrofísica, que estuda há doze anos e o fez entrar em licenciatura em Física.

E foi no Instagram que Jeferson conseguiu a visibilidade que poucos têm atualmente, ainda mais quando se trata de um assunto maltratado pelos “jovens místicos” de hoje em dia: a Astronomia. Com posts engraçados, o Universo Genial me arranca boas gargalhadas e, ao mesmo tempo, me despertam a curiosidade para explorar mais sobre o tema.

E não é porque são engraçados que não têm papel didático. Muito pelo contrário: durante as lives que realiza com certa frequência, no contato direto com seus seguidores, Jeferson ajuda a simplificar a Astronomia de uma maneira de dar inveja a qualquer professor que se proponha a tarefa.

Stefanelli é um fã incondicional da Ciência, uma de suas maiores, se não a maior, paixão.

Stefanelli, que ainda não é formado, sempre deixa isso claro em seus vídeos. Além disso, segundo suas próprias palavras e independentemente do cargo profissional que ele exerça enquanto pessoa , o Universo Genial tem a função de “compartilhar os assuntos mais complexos da Astronomia de uma forma mais simples”.

Como seguidor e entusiasta da Astronomia, posso dizer que o futuro Físico (ou professor de Física?) vem fazendo esse trabalho muito bem. Jeferson é mais um dos divulgadores científicos da Internet que adotam o “humor ácido para combater as pseudociências que infestam o Brasil atualmente”. E é isso o que importa: combater charlatões e pseudociências.

Sobre as pseudociências e a divulgação científica no Brasil

Quando o assunto são as pseudociências, o fundador do Universo Genial é categórico. Sem titubear, as pessoas acreditam em pseudociências porque “não precisam pensar”. Basta perceber o número de pessoas que se deixam levar por promessas absurdas e soluções “quânticas” para problemas ordinários que fica fácil concordar com Jeferson.

Na minha opinião, o termo “quântico” é o novo “gourmet: um termo que tem um sentido totalmente diferente daquele que foi apropriado e adotado por charlatões para ganhar dinheiro dos indivíduos mais incautos, para não dizer burros. Mas é como diz o velho provérbio popular: todos os dias saem de casa um malandro e um besta. Quando os dois se encontram, alguém faz negócio.

De acordo com Jeferson, a sociedade e a mídia, atualmente, “se aproveitam desses temas e do sensacionalismo porque é mais rentável” e o estudo demanda “anos e anos de estudos, de experimentação”. A Ciência, por sua vez, se atém aos fatos e ao Método Científico; e isso faz com que não “haja espaço para achismos”.

E você, caro leitor, qual o seu papel nisso tudo?

Sobre o ensino das Ciências nas escolas, administrador do Universo Genial diz que é preciso mudar o modo de se ensinar Ciência na escola

Conforme eu disse no texto anterior, eu era um desastre na escola quando o assunto era relacionado às Ciências Exatas; um verdadeiro desastre. Certamente, não isento a minha parcela de responsabilidade na minha trágica trajetória pelos cálculos, porém, de acordo com o próprio Jeferson, é preciso que haja “uma mudança geral da grade curricular nas escolas”; e acabar com a ideia de que “o conhecimento de alguém é baseado em responder perguntas automaticamente”.

“O conhecimento tem quer adquirido com vontade, com prazer, não como obrigação”, diz Stefanelli; e deixa claro que, obviamente, as técnicas existem e devem ser utilizadas, de maneira que fique mais fácil esquematizar o pensamento, porém, elas podem ser “simples, criativas e cativantes, não mecânicas”.

Stefanelli conta que as ideias para as publicações no Universo Genial vêm mais à noite e, às vezes, por meio dos próprios seguidores

Perguntei a Jefferson de onde vinham todas as ideias que eles tinham para as postagens que ele faz no perfil do Universo Genial no Instagram. Segundo ele, elas surgem mais no período noturno e, muitas vezes, são ideias dos próprios seguidores da página.

“Durmo com um bloco de notas ao lado da minha cama e vou anotando as ideias que aparecem durante a noite”, diz; e conclui dizendo que as inspirações também surgem nas lives que realiza com seus fiéis seguidores.

Relação entre trabalho e família: o velho embate entre Religião e Ciência

Jeferson é casado com Vânia Stefanelli. Juntos, tiveram uma filha chamada Letícia, que está no terceiro ano da Psicologia. Ao ser perguntado sobre o apoio que recebe da esposa, alega que Vânia sempre o apoiou em seus projetos pessoais e profissionais.

O problema “é que parte da família não compreende muito bem o trabalho que desenvolvo fazendo divulgação científica na Internet”, diz. Sei bem como é, Jeferson; imagine o que é dizer aos pais que decidiu estudar Jornalismo? Um curso para o qual nem exigem diploma hoje em dia. Mas o importante é fazer o que se gosta!

Letícia, filha de Jeferson, à esquerda; Jeferson Stefanelli ao centro
e Vânia, à direita
Foto: cedida pelo entrevistado

Por ter um posicionamento ácido e uma visão pouco ortodoxa em relação às religiões, já que é ateu, Jeferson diz que algumas pessoas da família não gostam muito do que ele faz. Sobre Vânia, todavia, Stefanelli não poupa palavras: “ela sabe dessa minha paixão em melhorar o conhecimento científico de quem tem interesse”, conclui.

Nas conversas com a esposa, Jeferson sempre diz não querer ser famoso, que a fama é passageira, mas que “quer ser lembrado por alguém quando falarem sobre Astronomia”, afirma.

Sobre realizações pessoais e profissionais com o perfil do Universo Genial

Perguntado sobre se a página no Instagram e Facebook já dão alguma espécie de retorno financeiro, Jeferson afirma que “bem pouco”, porém, a realização pessoal com o projeto é diametralmente oposta aos ganhos monetários.

Para ele, o Universo Genial é “um lazer, um hobby; é sempre um prazer falar sobre ciência com quem quer ouvir”, diz. Além disso, Stefanelli reconhece que o projeto no Instagram permitiu e permite o contato e o networking com grandes nomes da divulgação científica ao redor do mundo: “do Brasil à Italia, da Grécia aos Estados Unidos, do Chile até a Índia”, conclui.

No final da entrevista, pedi para Jeferson deixar uma mensagem para os leitores do Por Dentro do RN que o seguem no Instagram. Em nome da página do Universo Genial, Stefanelli disse que agradece a atenção e carinho de todos e deixou uma mensagem para os fãs: “a única coisa que nos diferencia das outras oito milhões de espécies catalogadas em nosso planetas é a racionalidade; então, vamos utilizá-la, questionando, pesquisando e, por fim, não acreditando em algo só porque alguém pediu para acreditar”.

Em nome do Por Dentro do RN, agradeço ao Jeferson pela atenção dispensada a mim, enquanto repórter, e reforço, enquanto entusiasta da Ciência, que sem ela e sem os divulgadores científicos que tentam simplificá-la para os leigos, a situação talvez estaria bem pior atualmente, em meio a tanto obscurantismo. No mais, que tal vocês acompanharem o Jeferson lá no Instagram?

Vamos desejar sucesso ao Jeferson e vida longa ao Universo Genial!

Sobre Gustavo Guedes, colunista do Por Dentro do RN

Gustavo Guedes escreve texto sobre o Universo Genial

Gustavo Guedes tem 29 anos, é jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Escreve quando quer, o que quer e do jeito que bem entende. Mas se interessa por Música, Astronomia, Serpentes, Aviação e tudo mais que ajude a sair do tédio. Não acredita em signos e não tem muita paciência para quem baseia sua vida em Astrologia. É proibida a reprodução total ou parcial deste texto sem autorização do autor e sem a inserção dos créditos, de acordo com a Lei nº 9610/98.
Gostou do texto? Como estou escrevendo?
Instagram:
@gustavoguedesv
Twitter: @gstvgds
Tem alguma pauta interessante pra mandar? [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga Após infecção urinária grave, Olavo de Carvalho é internado novamente em hospital que atende pelo SUS em São Paulo Homem morre após ser picado na boca por cascavel em Mossoró