OMS defende vacinação contra malária para crianças africanas

OMS defende vacinação contra malária para crianças africanas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta quarta-feira (6) que a única vacina contra malária aprovada deveria ser disponibilizada amplamente para crianças africanas, o que pode sinalizar um grande avanço contra uma doença que mata centenas de milhares de pessoas todos os anos.

A recomendação da OMS diz respeito à RTS,S, ou Mosquirix, uma vacina desenvolvida pela farmacêutica britânica GlaxoSmithKline. Desde 2019, 2,3 milhões de doses de Mosquirix foram administradas a crianças de Gana, Quênia e Maláui graças a um programa-piloto de larga escala coordenado pela OMS. A maioria das vítimas fatais da doença tem menos de 5 anos.

O programa veio na esteira de uma década de testes clínicos em sete países africanos. “Esta é uma vacina desenvolvida na África por cientistas africanos, e estamos muito orgulhosos”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

“Usar esta vacina, além das ferramentas existentes para evitar a malária, poderia salvar dezenas de milhares de vidas jovens a cada ano”, acrescentou ele, referindo-se a medidas antimaláricas como redes de camas e borrifações. A malária é muito mais mortífera do que a Covid-19 na África. Ela matou 386 mil africanos em 2019, de acordo com uma estimativa da OMS. Em comparação, houve 212 mil mortes confirmadas de Covid-19 nos últimos 18 meses.

A OMS diz que 94% dos casos e mortes da malária ocorrem na África.


Com informações da Agência Brasil

Foto: REUTERS/Denis Balibouse/Direitos Reservados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga Após infecção urinária grave, Olavo de Carvalho é internado novamente em hospital que atende pelo SUS em São Paulo Homem morre após ser picado na boca por cascavel em Mossoró