Tag Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas do RN (Coopanest) - Por dentro do RN

Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas do RN (Coopanest)

Cooperativa dos anestesistas diz que profissionais só retornam após pagamento da prefeitura de Natal

Cooperativa dos anestesistas diz que profissionais só retornam após pagamento da prefeitura de Natal

A retomada de cirurgias eletivas paralisadas desde 1º de novembro na rede contratada pelo SUS do Rio Grande do Norte depende de pagamentos da Prefeitura de Natal, segundo a cooperativa dos médicos anestesiologistas. Os serviços contratados dentro do Termo de Cooperação Técnico Financeiro (TCTF) estão com atendimentos suspensos há mais de 10 dias, por atrasos nos pagamentos feitos pelo estado e pelo município.

Nesta quinta-feira (11), o governo do estado anunciou que fez um acordo com os anestesistas, mas a cooperativa diz que os profissionais só voltam quando a prefeitura de Natal também se comprometer a realizar o pagamento. O termo abrange cirurgias eletivas de várias áreas realizadas em hospitais públicos e privados conveniados. Também estão inclusos no mesmo contrato os plantões de anestesia realizados nas maternidades municipais como a Leide Morais e Araken Farias.

“O contrato da Coopanest é com o município. O estado complementa os honorários, mas a prefeitura de Natal ainda continua devendo. A situação continua do mesmo jeito. O município precisa cumprir com o que foi acordado para que a gente volte”, afirmou o médico Madson Vidal, que é diretor técnico da cooperativa. O portal também solicitou posicionamento da Secretaria Municipal de Saúde sobre o assunto, mas não recebeu retorno até a publicação desta matéria.

Em entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, o secretário de Saúde do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia, afirmou que o estado se reuniu com os prestadores de serviço e fez um acordo. “Toda a parte do estado está acordada e em dia, mas nós precisamos agora do acerto do município que é o contratante dos serviços, porque o estado entra complementando valores”, disse.

A Sesap/RN realizou reuniões com cooperativas e hospitais privados na quinta-feira (11.nov.2021). Disse que o município foi convidado, mas não participou dos encontros.

Na reunião com as cooperativas, ficou acertada a garantia do pagamento mensal e, até o próximo dia 30, o repasse da parcela do acordo de parcelamento de dívidas antigas, que o Governo do Estado estaria mantendo em dia. As entidades condicionaram a retomada dos serviços ao acerto semelhante com a Prefeitura de Natal.

O secretário de Saúde do RN atribuiu à paralisação de cirurgias a situação do Hospital Walfredo Gurgel, que está lotado. De acordo com ele, o governo começou a distribuição de parte dos pacientes à espera de cirurgia para outras unidades.

Mil cirurgias

Segundo a cooperativa, “estão suspensos todos os serviços de cardiologia no Incor e Hospital do Coração; os atendimento no Hospital Luiz Antônio, da Liga Contra o Câncer; as neurocirurgias no Hospital do Coração e no Memorial; as cirurgias ortopédicas no Hospital Memorial e na Clínica Paulo Gurgel; todas as cirurgias infantis no Varela Santiago e as cirurgias para retirada de cálculo na policlínica”, disse.

Segundo Madson Vidal, somente até a última quarta-feira (10) cerca de 1 mil cirurgias deixaram de ser feitas. Serviços de urgência e emergência foram mantidos, de acordo com ele.

MP pede bloqueio de verbas da Prefeitura de Natal

O Ministério Público informou que, diante do não pagamento à cooperativa dos anestesistas, pediu à 3ª vara da Fazenda Pública de Natal o bloqueio de R$ 1.688.097,91 das contas da prefeitura de Natal no início de novembro.

“O MPRN esclarece que essa quantia foi alcançada somando-se os débitos integrais em aberto devidos à cooperativa dos anestesistas à Prontoclínica, bem como os débitos até a competência de abril/2021 do Hospital Memorial, no montante de R$ 1.034.511,78, dada a necessidade de dar aos dois prestadores ortopédicos um tratamento mais isonômico”, informou.

Com informações do Portal G1RN

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Após reunião com cooperativas médicas, Governo do RN fecha acordo para a retomada de atividades da categoria

Após reunião com cooperativas médicas, Governo do RN fecha acordo para a retomada de atividades da categoria

O secretário de Saúde, Cipriano Maia, a equipe de gestão da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) e o controlador geral do Estado, Pedro Lopes, representando o Governo do Rio Grande do Norte, reuniram-se na tarde desta quinta-feira (11.nov.2021) com cooperativas médicas e diretores de hospitais conveniados para selarem acordo que permita a retomada das atividades.

Foi feito ainda o pagamento da contrapartida do Estado para os municípios de Natal e Mossoró, possibilitando o retorno das atividades contratadas.

O secretário Cipriano Maia fez um apelo aos demais entes federativos para a retomada imediata das cirurgias oncológicas e ortopédicas. A responsabilidade pelos contratos é dividida entre Estado, município e União. Esses dois últimos também têm dívidas em aberto, mas não houve diálogo com os fornecedores. A gestão municipal de Natal foi convidada para a reunião, porém não retornou as ligações e nem os convites feitos.

O diálogo ocorreu com seis prestadores de serviços e cooperativas médicas de várias especialidades. Foram firmados acordos com o objetivo da retomada plena dos atendimentos à população potiguar. Os acertos são importantes para desafogar a rede pública de saúde com a realização de cirurgias, em especial o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel.

Na primeira reunião com as cooperativas de anestesistas (Coopanest/RN) e de médicos (Coopmed/RN), ficou acertada a garantia do pagamento mensal e, até o próximo dia 30, o repasse da parcela do acordo, que o Governo do Estado mantém em dia. As entidades condicionaram a retomada dos serviços ao acerto semelhante com a Prefeitura de Natal.

Após reunião com cooperativas médicas, Governo do RN fecha acordo para a retomada de atividades da categoria
Foto: Divulgação/Ascom

No encontro com os prestadores da área ortopédica e cardiológica, a Sesap/RN assegurou o pagamento do acordo para regularização de dívidas, garantindo a primeira parcela dentro dos próximos dias. Da mesma maneira, os prestadores também aguardam movimento semelhante da Prefeitura da capital.

É importante ressaltar que a Sesap tem feito todo esforço para honrar os compromissos propostos e garantir a assistência à população do Rio Grande do Norte.

Foto: Divulgação/Ascom

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga