Tag Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) - Por dentro do RN

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)

Com aumento orçamento em 17% em relação a 2021, Capes vai zerar déficit de bolsas

Com aumento orçamento em 17% em relação a 2021, Capes vai zerar déficit de bolsas

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) informou que o orçamento previsto para 2022 terá aumento de 17% em relação ao do ano passado. De acordo com o órgão, os recursos esperados subiram de R$ 3,14 bilhões para R$3,68 bilhões e ajudarão a zerar o déficit de bolsas.

Segundo a Capes, o aumento de R$ 540 milhões garantirá o pagamento integral das bolsas de pós-graduação no país e a formação de professores. Os recursos surgiram a partir do trabalho do Ministério da Educação (MEC) e aguardam sanção presidencial por meio do PLN 19/2021.

De acordo com a presidente da Capes, Cláudia Queda de Toledo, os recursos permitirão zerar o déficit de pagamento de bolsas de pós-graduação. “Começamos 2022 com a superação do déficit de bolsas que tivemos nos últimos três meses de 2021 para o pagamento das bolsas de formação de professores da educação básica”, afirmou Cláudia.

No ano passado, a Capes precisou esperar a aprovação de projetos de lei no Congresso Nacional para receber suplementação orçamentária para custear programas de formação de professores de formação básica e os bolsistas.

Com informações da Agência Brasil

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Capes oferecerá bolsas de pós-graduação para estimular pesquisas que ajudem no combate à Covid-19

Capes oferecerá bolsas de pós-graduação para estimular pesquisas que ajudem no combate à Covid-19

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) deverá lançar, nos próximos dias, um programa de bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado para incentivar a pesquisa e alta formação em covid-19. De acordo com a presidente da Capes, Cláudia Queda de Toledo, entrevistada do Brasil em Pauta deste domingo (29), serão 280 bolsas em áreas como arquitetura, medicina e direito. “É o que a gente chama de ação emergencial”, disse.

“No caso da Covid são bolsas emergenciais que passarão a ser estratégicas sempre. A pandemia, nós estamos tentando vencê-la, mas ela nos trouxe muitos desafios”, acrescentou. Esse se esforço se soma aos R$ 200 milhões já destinados para bolsas de estudos do Programa de Combate a Epidemias.

A presidente da Capes também falou sobre o trabalho da instituição. Entre as tarefas da Capes está a avaliação quadrienal de todos os programas de pós-graduação do país. “A pós-graduação num município ela transforma a vida daquelas pessoas e daquela comunidade”, disse.

Segundo Cláudia Queda, o Brasil temi 7.053 cursos de pós-graduação pertencentes a 4.630 programas. São quase 100 mil bolsas. O Brasil em Pauta vai ao ar hoje, às 19h30, na TV Brasil.

Com informações da Agência Brasil

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga