Chefe do tráfico de Mãe Luíza é preso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro; Siê morava em bairro nobre da capital carioca

Chefe do tráfico de Mãe Luíza é preso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro; Siê morava em bairro nobre da capital carioca

Jussier de Araújo Santos, vulgo “Siê ou Corintiano”, suposto líder de uma facção criminosa foi preso por policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) no Rio de Janeiro. Jussier era intitulado como o “dono do morro” de Mãe Luíza.

Segundo a polícia, após um trabalho de investigação desenvolvido pelos agentes da Deicor, foi possível identificar o local onde o traficante estava escondido há quase dois anos. Siê vivia em um flat em área nobre do Rio de Janeiro há dois anos. O traficante estava com sua mulher “levando uma vida confortável”, o que seria possível, de acordo com a Polícia Civil, devido aos lucros conseguidos através do tráfico de drogas.

Siê é apontado como um dos fornecedores de drogas para cidades no Rio Grande do Norte e outros quatro estados. Ele o principal responsável para que uma facção carioca se estabelecesse no Rio Grande do Norte, inclusive ocupando espaço de outro grupo criminoso.

Quatro mandados de prisão pesavam contra o criminoso, incluindo um de fevereiro de 2019, ocasião em que foram apreendidas 13 armas de fogo, sendo cinco fuzis, três escopetas calibre 12, cinco pistolas, além de milhares de munições, explosivos, dez coletes balísticos, nove rádios comunicadores e grampos. O material estava no município de Taipu, no interior do RN. 19 bandidos foram identificados nessa operação, dos quais todos foram presos ou mortos em confronto. Siê era o último procurado pela Polícia.

Ele também foi condenado por posse de 500 quilos de drogas e sete armas de fogo no ano de 2013. O criminoso esteve perto de ser preso em 2019, quando participou de uma festa de aniversário de um foragido da justiça com dez mandados de prisão em aberto, numa casa na praia de Búzios, no litoral Sul potiguar. A ação resultou na condução de mais de 30 pessoas à Polícia, mas o suspeito conseguiu escapar.

Agora, Siê será conduzido para cumprir sua pena no Rio Grande do Norte.

Foto: Reprodução/Polícia Civil (RJ)

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.