Lula e Ciro

Lula sobre Ciro Gomes: “se eu tivesse 2% e Ciro 30%, ele nem citaria o meu nome”

A declaração de Lula sobre Ciro, assim como todas as outras vezes, demonstra que o ex-presidente evita atacar o colega pedetista frontalmente.

O ex-presidente Lula resolveu falar sobre as críticas que vem recebendo de Ciro Gomes, que foi Ministro da Integração Nacional no início do seu mandato. De acordo com Lula, é preciso “paciência”. O ex-presidente diz que é normal sofrer críticas quando se está à frente de alguém nas pesquisas e que não irá responder o candidato pedetista. “Não vou brigar com ele”, diz.

O ex-presidente ainda diz que, se estivesse atrás nas pesquisas, com uma porcentagem baixa nas sondagens para 2022, e caso Ciro estivesse com uma vantagem sobre ele, as críticas não aconteceriam. “Como eu tenho 30% e ele 2%, ele tem que citar meu nome. Paciência”, conclui.

De acordo com pesquisa Ipec divulgada na madrugada do dia 25 de junho, o ex-presidente Lula (PT) lidera a disputa do próximo ano, com 49%. O ex-presidente venceria a eleição no 1º turno, se o pleito fosse hoje. Ele tem 11 pontos percentuais a mais que a soma de seus possíveis adversários. Ciro, por sua vez, aparece na pesquisa com 7%.

Com os recentes absolvimentos nas instâncias superiores do Supremo Tribunal Federal, a candidatura do ex-presidente petista parece cada vez mais certa. Recentemente, a defesa de Lula conseguiu a anulação do acordo de leniência firmado entre a Odebrecht e o Ministério Público Federal, em processo que investigava o petista por supostas propinas recebidas da construtora.

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado