Tag Cuba - Por dentro do RN

Cuba

Em Cuba, família diz que jovem de 17 anos foi condenada a 8 meses de prisão após protestos

Gabriela Zequeira, uma adolescente de 17 anos, foi condenada a oito meses de prisão em um dos julgamentos sumários que ocorreram em Cuba após protestos recentes contra o governo, segundo relatos de sua mãe e de um centro de apoio legal. De acordo com os relatos, Gabriela Zequeira recebeu a sentença de prisão na quinta-feira (22) depois de ser julgada por cerca de seis horas por “desordem pública” junto a outros 11 réus. A mãe de Gabriela, mãe Yoanis Hernández, testemunhou o julgamento.

Yoanis afirma que não sabe para onde sua filha foi transferida após o julgamento, que em sua opinião foi realizado sem apresentar provas de que a filha tenha participado das manifestações em Cuba no último dia 11 de julho.

“Quando o julgamento acabou, eles me deixaram vê-la por três minutos. A única coisa que pude fazer foi abraçá-la e beijá-la, mais nada”, disse Hernández à BBC News Mundo, o serviço em espanhol da BBC. “Ela me disse: ‘Mamãe, fique firme, nada vai acontecer comigo, mas eu vou recorrer’. Ela sabe que não fez nada”, continuou ela.

O Cubalex, grupo independente de advogados cubanos que acompanha as prisões e julgamentos sumários na ilha pelos protestos, confirmou que Zequeira foi condenada por um tribunal.

Foto: Reprodução/Arquivo familiar

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Papa Francisco

Papa Francisco pede paz e diálogo em Cuba: ‘estou ao lado dos cubanos nestes tempos difíceis’

“Estou ao lado do querido povo de Cuba nestes tempos difíceis”, disse o Papa Francisco neste domingo (18) em seu pronunciamento semanal aos fieis na Praça São Pedro. Essa foi a primeira aparição pública do papa desde que retornou ao Vaticano após ficar 11 dias internado. O apelo por paz e diálogo em Cuba por parte do papa ocorre após os enormes protestos que abalaram o país governado pelo Partido Comunista, em escala nunca antes vista.

O pontífice também pediu o fim da violência na África do Sul e classificou como uma “catástrofe” as enchentes mortais na Alemanha, Bélgica e Holanda.

Foto: REUTERS / Remo Casilli/Direitos reservados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Ciro Gomes

Ciro Gomes chama Cuba de ‘ditadura’ e critica bloqueio dos EUA

O pré-candidato a presidente para as eleições do próximo ano, Ciro Gomes (PDT), publicou um vídeo ontem (16) em suas redes sociais afirmando que “é preciso coragem, equilíbrio e isenção” para Cuba lidar com “duas bombas relógio”: o bloqueio econômico e a ditadura política”. Anteriormente, o opositor, Lula já havia se posicionado sobre Cuba.

Na avaliação de Ciro Gomes, “nosso querido povo cubano está sofrendo”, disse ele no vídeo. Para o presidenciável, além de uma “autodeterminação” da população local, o conflito merece “atenção e solidariedade internacionais”. Ele criticou o governo Bolsonaro, afirmando que a política externa brasileira não pode ser “condescendente” com desrespeito à soberania de Cuba e ao direito internacional promovido pelos Estados Unidos.

Em seguida, Ciro também criticou Lula, afirmando que a política nacional também não deve seguir a atuação dos ex-governos petistas, com uma política externa marcada por “velhos hábitos latino-americanos”.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

PcdoB

PCdoB repudia manifestação do povo cubano e cita ‘onda reacionária golpista’

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) repudiu, através da sua página oficial no Facebook, os atos do povo cubano contra o governo, no último domingo (11). O partido cita suposto golpe contra o regime comunista em Cuba, onde manifestações populares dizem não ao regime.

Centenas de cubanos saíram às ruas no domingo, em vários locais do país para protestar contra o governo. Durante o ato, considerado um dos maiores protestos em Cuba nos últimos 60 anos, os cubanos gritaram “liberdade” e “abaixo a ditadura”.

Confira abaixo a íntegra da nota do partido:

PCdoB solidário à Cuba

O povo cubano vem enfrentando uma nova onda reacionária golpista. Justo após duas vitórias importantes, uma em relação à eficácia de suas vacinas contra o coronavírus, que certamente salvarão milhões de vidas, e outra no âmbito da ONU, com EUA e Israel mais uma vez isolados como os únicos países apoiadores do bloqueio econômico criminoso.

Não por coincidência, poucos dias após as boas notícias, irrompe na mídia ocidental uma série coordenada de imagens que tentam projetar para o mundo a ideia de que uma grande revolta popular estaria em curso. Recurso já bem conhecido das guerras hibridas. São vídeos de protestos em Miami, vídeos de “influencers” anticastristas, imagens de twitts de cubanos autoexilados pedindo a derrubada do governo e vídeos de concentrações populares na ilha com bandeiras americanas misturadas às cubanas. Junte-se a isso a manipulação do vídeo da fala do Presidente Diaz-Canel, como se estivesse insuflando uma guerra civil, quando conclama o povo a defender a Revolução.

O mundo inteiro sabe que a situação em Cuba é de resistência e justamente porque o seu governo há seis décadas não se rende ao imperialismo e é punido por um criminoso bloqueio econômico que trava suas possibilidades de desenvolvimento. A associação entre os efeitos da Era Trump, da Pandemia e da nova gestão Blinken no departamento de Estado do governo americano produziu um contexto em que as forças anti-Cuba se sentem confortáveis para se insurgir contra a ilha. Com receitas golpistas já bem conhecidas.

O Partido Comunista do Brasil, sua direção e sua militância, mais uma vez se coloca ao lado do povo cubano e sua defesa da Revolução. Rendemos homenagens às suas conquistas, sua resiliência e sua importância histórica para os avanços populares na América Latina.

Secretaria de Relações Internacionais

Partido Comunista do Brasil

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Cuba

População sai às ruas de Cuba gritando ‘abaixo a ditadura’

Centenas de cubanos saíram às ruas neste domingo (11) em vários locais do país para protestar contra o governo. Durante o ato, considerado um dos maiores protestos em Cuba nos últimos 60 anos, os cubanos gritaram “liberdade” e “abaixo a ditadura”. O presidente do país, Miguel Díaz-Canel, pediu aos apoiadores do governo que saíssem às ruas para enfrentar os manifestantes: “Estamos convocando todos os revolucionários do país, todos os comunistas, a tomarem as ruas e irem aos lugares onde essas provocações acontecerão”, disse.

Por meio das redes sociais, cubanos transmitiram ao vivo as manifestações que começaram na cidade de San Antonio de los Baños, a sudoeste da capital Havana, e se espalharam para outras cidades. As pessoas gritavam palavras de ordem contra o governo, contra o presidente Miguel Díaz-Canel e pediam mudanças.

Segundo Selvia, uma das participantes em San Antonio de los Baños, o protesto foi organizado no sábado, por meio das redes sociais de Cuba, e marcado para as 11h30 (horário local) do domingo: “Nos encontramos em frente à praça da igreja e seguimos em marcha pela Rua Real”, disse ela por telefone à BBC News Mundo, serviço da BBC em espanhol. “Isso é pela liberdade do povo, não podemos aguentar mais. Não temos medo. Queremos mudança, não queremos mais ditadura”, disse.

Foto: AFP

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga