Ministério da Justiça capacita policiais potiguares no reforço da atuação nas fronteiras

Ministério da Justiça capacita policiais potiguares no reforço da atuação nas fronteiras

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com o Governo do Rio Grande do Norte, está capacitando 20 profissionais de segurança pública que atuam nas fronteiras e divisas. Segundo a pasta, a capacitação tem o propósito de reforçar técnicas de defesa pessoal, imobilização e aplicação do uso diferenciado da força contra potenciais ameaças. Além dos agentes do RN, policiais Militares e Civis do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Rio Grande do Sul também participam do curso.

“A capacitação permanente é um dos pilares do Programa Vigia. Técnicas de defesa pessoal visam garantir a segurança não só do policial como da população em abordagens”, explica o secretário de Operações Integradas, Alfredo Carrijo.

O grupo participa da 3ª edição do Curso de Contramedidas do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras (VIGIA), realizado por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen) e com apoio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte (Sesed/RN).

O curso será realizado até o dia 13 de novembro, com uma carga horária de 40 horas/aula.

Vigia

O VIGIA está presente em 14 estados da federação: Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Acre, Rondônia, Tocantins, Goiás, Roraima, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Pará, Amapá e Rio Grande do Norte.

Segundo o Ministério, os investimentos no programa garantem o sucesso das ações, que incluem aquisições de equipamentos de ponta, capacitação de pessoal por organizações nacionais e internacionais e a instalação de bases operacionais com integração de sistemas.

Em dois anos e meio de Programa, o Ministério da Justiça e Segurança Pública investiu mais de R$ 1,44 milhões em capacitações, treinando mais de 5.500 operadores para atuarem como multiplicadores, além de fortalecerem a integração entre si. Também foram investidos cerca de R$ 130 milhões em aquisições de equipamentos de alta tecnologia para dar suporte às equipes em campo, como drones, óculos de visão noturna, equipamentos de radiocomunicação, entre outros.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.