Tag dallagnol - Por dentro do RN

dallagnol

Deltan Dallagnol se filia ao Podemos, mesmo partido de Moro

Deltan Dallagnol se filia ao Podemos, mesmo partido de Moro

O ex-procurador da República e ex-coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, filiou-se ao Podemos nesta sexta-feira (10.dez.2021). O ato de filiação ocorreu em um hotel de Curitiba (PR) e contou com a presença do ex-ministro Sergio Moroque também filiou-se ao partido em novembro -, da presidente nacional do Podemos, Renata Abreu, e os senadores do Paraná, Álvaro Dias, Flávio Arns e Oriovisto Guimarães.

Dallagnol não falou sobre qual cargo pretende ser candidato em 2022, mas segundo comentários que circulam na imprensa, o ex-procurador deverá disputar uma cadeira de deputado federal pelo estado nas eleições do próximo ano. Em seu discurso de filiação, Dallagnol falou sobre as decisões e as ações da operação Lava Jato, afirmando que “todas essas operações seguiram a regra do jogo”.

Foto: Vladimir Platonow/Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Caso Odebrecht

Caso Odebrecht: provas contra Lula são anuladas e Lewandowski chama Moro e procuradores de ‘incompetentes’

A anulação do caso Odebrecht é a terceira decisão do STF que livra o ex-presidente de alguma denúncia de corrupção; as duas primeiras foram a do caso do tríplex e do sítio de Atibaia

O ministro Ricardo Lewandowski acatou, ontem, 28, o pedido da defesa de Lula para anular as provas obtidas “ilegalmente” contra o ex-presidente no caso Odebrecht. Acordo de leniência foi firmado entre empreiteira e Ministério Público Federal. O caso Odebrecht ficou conhecido como uma suposta propina paga a Lula para o espaço onde o Instituto Lula inauguraria a sua nova sede, em São Paulo. Com a anulação, a Justiça Federal não pode mais usar o acordo de leniência firmado, pois ele perdeu o valor.

A defesa de Lula utilizou as conversas obtidas pela Operação Spoofing, nas quais fica claro que o ex-juiz da Lava Jato, o ex-ministro Sérgio Moro, combinava detalhes da operação com os procuradores de Curitiba, inclusive instruindo a coleta de provas contra o ex-presidente Lula. Devido à parcialidade de Moro, confirmada no STF, Lewandowski enfatiza que a 13ª Vara Federal de Curitiba é, tal como Sério Moro, ‘incompetente’.

“Salta à vista que, quando o Supremo Tribunal Federal declarou a incompetência do ex-juiz Sérgio Moro para o julgamento de Luiz Inácio Lula da Silva, reconheceu também, implicitamente, a incompetência dos integrantes da força-tarefa da Lava Jato responsáveis pelas investigações e, ao final, pela apresentação da denúncia”, escreveu Lewandowski.

Agora, nada mais parece impedir que o ex-presidente Lula saia candidato nas eleições que ocorrem no ano que vem. As pesquisas realizadas mostram Lula com uma larga vantagem. Na situação atual, as pesquisas mostram, inclusive, a possibilidade que o petista vença o pleito ainda no primeiro turno, algo que não acontece desde 1998, quando FHC venceu Lula. Qualquer denúncia contra o ex-presidente, neste momento, precisará de um longo tempo para ser apreciada desde o começo.

Foto: Ricardo Stuckert

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga