Tag Dantas - Por dentro do RN

Dantas

Governo do RN reconhece legado cultural do compositor potiguar Mirabô Dantas e autoriza pensão vitalícia

Governo do RN reconhece legado cultural do compositor potiguar Mirabô Dantas e autoriza pensão vitalícia

No intuito de reconhecer e valorizar em vida o legado cultural que representa a obra do compositor areia-branquense Mirabô Dantas, a governadora Fátima Bezerra assinou nesta terça-feira (23.nov.2021) a concessão de pensão especial ao artista, que tem 75 anos de idade, dos quais 55 são dedicados à vida artística como músico, escritor, compositor, poeta e produtor cultural.

“Humanizar a vida é preciso e estamos aqui para celebrar a vida. Para mim, conceder sua pensão vitalícia, na condição de governadora, e também de sua amiga e fã, é motivo de muito orgulho. Faço questão de deixar bem claro que não é nenhum favor. É um reconhecimento a tudo o que você representa para a cultura do Rio Grande do Norte”, declarou a chefe do Executivo.

O ato foi realizado na Governadoria, em Natal, na presença do vice-governador Antenor Roberto, do presidente da Fundação José Augusto (FJA), Crispiniano Neto, e de Iaperi Araújo, presidente do Conselho de Cultura do RN, órgão consultivo que aprovou entre seus membros e encaminhou ao Governo do Estado o pedido para a concessão de pensão vitalícia a Mirabô Dantas.

Governo do RN reconhece legado cultural do compositor potiguar Mirabô Dantas e autoriza pensão vitalícia
Foto: Sandro Menezes/Assecom

“Muito me honra contar com a presença ilustre de todos vocês aqui para formalizar essa solicitação, que foi feita ainda em 2018, antes de eu assumir o governo”, completou Fátima Bezerra.

A governadora aproveitou a ocasião e convidou a pequena e representativa plateia de pessoas ligadas ao movimento cultural do Rio Grande do Norte para participar dos eventos de inauguração da Pinacoteca do Estado, do Teatro Alberto Maranhão e da Biblioteca Pública Câmara Cascudo, previstas para o mês de dezembro. Presidente da FJA, Crispiano Neto informou que os equipamentos culturais recebidos pela atual gestão, fechados há vários anos, serão inaugurados com ampla programação cultural.

Governo do RN reconhece legado cultural do compositor potiguar Mirabô Dantas e autoriza pensão vitalícia
Foto: Sandro Menezes/Assecom

Sobre a pensão concedida a Mirabô Dantas, Crispiniano contextualizou que a solicitação do Conselho de Cultura atende ao disposto da Lei Complementar Nº 7, de 1974, que agraciou a cantora Glorinha Oliveira, falecida aos 95 anos em fevereiro deste ano, e a viúva do compositor Tico da Costa. “A pensão especial e o registro do patrimônio vivo são dispositivos oficiais do Governo do Estado para valorizar pessoas físicas e jurídicas que militam na cultura potiguar!”, disse o diretor da FJA.

COM EMOÇÃO

Autor gravado por diversas cantoras como Terezinha de Jesus, Camila Masiso, Elba Ramalho e Lecy Brandão, parceiro de compositores como Capinam, Maurício Tapajós e Fagner, Mirabô Dantas atualmente vive de modo simples, com um benefício equivalente a um salário mínimo, numa casa cedida por um amigo na Cidade Alta.

Visivelmente emocionado, ele agradeceu à governadora pela concessão da pensão vitalícia, a qual considera de extrema necessidade nessa altura da sua carreira, que o permitirá viver de forma mais confortável. O valor a ser recebido mensalmente será equivalente a cinco vezes o menor vencimento pago pelo Estado ao pessoal da Administração Direta.

Governo do RN reconhece legado cultural do compositor potiguar Mirabô Dantas e autoriza pensão vitalícia
Foto: Sandro Menezes/Assecom

“Sou de uma família de músicos, meu pai passou a vida inteira ensinando as pessoas a tocar instrumentos. Ele era estivador, foi do sindicato, e eu aprendi muito com ela essa coisa do socialismo, do humanismo, de lutar por um mundo melhor. Quando saí de Areia Branca, minha mãe disse para eu me juntar a pessoa boas e eu me juntei a Newton Navarro, Lalinha Barros, Iaperi Araújo e tantas outras pessoas que me deram apoio e até hoje confiam no meu trabalho”, disse Mirabô Dantas.

“Eu jamais iria reclamar da vida que eu levo, mas reconheço que preciso de um pouco mais de recursos para viver com mais dignidade”, concluiu o autor do CD Mares Potiguares e do livro “Umas histórias, Outras Canções”.

O médico, escritor e artista plástico Iaperi Araújo declarou que é dever do poder público olhar para os desamparados e para todas as pessoas que trabalharam pelo estado, mesmo sem ter vínculo como servidor. “A sua sensibilidade fez renascer o nosso pedido [do Conselho], pelo qual nós agradecemos a sua presteza e a sua sensibilidade conosco. Muito obrigado. Que o Rio Grande do Norte tenha gente da sua sensibilidade para servir ao povo potiguar”, afirmou.

Foto: Sandro Menezes/Assecom

Membro do Conselho de Cultura, a professora Lalinha Barros também destacou o ato do Governo do Estado como de estrema grandeza. “Essa mesa que aqui formamos hoje tem o sentido de gratidão e homenagens. Desejo que esse gesto e essa fé depositada na pessoa de Mirabô Dantas venha a lhe acompanhar na sua trajetória e na sua vida”, disse.

Também estavam presentes o diretor da FJA, Fábio Lima, a conselheira Sônia Fernandes, os conselheiros Valério Mesquita e Francisco Martins, o juiz federal Ivan lira e o presidente do Instituto Histórico e Geográfico, Ormuz Simonetti.

Foto: Divulgação/Sandro Menezes/Assecom

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deputada Isolda Dantas propõe inclusão de Tibau em programa de regularização fundiária

Deputada Isolda Dantas propõe inclusão de Tibau em programa de regularização fundiária

Por conta da situação irregular de diversos imóveis no município de Tibau, a deputada Isolda Dantas (PT) está solicitando ao governo estadual, através da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Cehab), a sua inclusão no programa de regularização fundiária.

“De acordo com lideranças locais existem diversos imóveis que estão em situação irregular sem escritura pública, devido à falta de poder aquisitivo e também de informações necessárias para promover a regularização”, preocupa-se a deputada.

Isolda Dantas afirmou que a regularização registral dos imóveis é uma das demandas mais antigas dos moradores do município. “É de conhecimento público e notório que registrar um imóvel em cartório não é algo simples e ao alcance da maioria das pessoas, sobretudo por causa das altas taxas cobradas por cartórios e pelos documentos necessários. Por conta disso, milhares de  pessoas ficam  sem  acesso a  um  direito fundamental que é o da propriedade, podendo o sonho de ter uma casa própria ser ameaçado pela situação de irregularidade do imóvel”, disse.

A situação irregular dificulta a aquisição, venda, partilha e transmissão, além de facilitar a prática de golpes envolvendo venda de imóveis alheios.

Foto: Reprodução/Arquivo/ALRN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Guarda Municipal de Natal evita que motorista seja linchado após ter atropelado idoso no Alecrim

Guarda Municipal de Natal evita que motorista seja linchado após ter atropelado idoso no Alecrim

População chegou a se reunir para linchar o homem após atropelamento a idoso no Alecrim; de acordo com a polícia, o motorista não tinha CNH.

A intervenção de agentes do Grupamento de Ação Patrimonial da Guarda Municipal do Natal (Gapa/GMN) evitou, na última quarta-feira (27.out.2021), a tentativa de espancamento de um homem que conduzia um veículo modelo Fiat Uno e que atropelou um idoso no Alecrim, à altura do semáforo da Praça do Relógio. A população se revoltou com a desatenção do motorista e partiu para agredir o homem, que não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A primeira ação dos guardas foi a de preservar a vida do motorista, logo em seguida foi acionado o Serviço Móvel de Urgência (Samu) para atender o idoso que se encontrava ferido. Os guardas isolaram a área até a chegada do socorro e fizeram contato com policiais militares do Comando de Polícia Rodoviária Estadual para que fosse realizada a perícia do acidente.

De acordo com o coordenador do Gapa/GMN, Ocimar Dantas, todos os procedimentos que cabiam foram realizados na condução da ocorrência, que foi repassada aos policiais do CPRE, logo em seguida. Além dos ferimentos no idoso, o veículo conduzido pelo motorista sem CNH ficou com algumas avarias, entre elas o para-brisa quebrado.

“O acidente foi por volta das 10h50. Chegamos e evitamos o linchamento do motorista e a vítima foi conduzida com urgência ao Hospital Clóvis Sarinho”, concluiu o CGA Ocimar.

Foto: Reprodução/Semdes/Guarda Municipal de Natal

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

OAB RN decide pela exoneração de Monalissa Dantas da presidência da Caarn

OAB/RN decide pela exoneração de Monalissa Dantas da presidência da Caarn após ‘prática de atos de improbidade’

Em reunião nesta quinta-feira (2), o Conselho Seccional da OAB/RN determinou a perda do cargo de Monalissa Dantas da presidência da Caixa de Assistência dos Advogados do Rio Grande do Norte (Caarn) por “prática de atos de improbidade”. A decisão atende recomendações da investigação, aberta no mês de maio, que apurou denúncias de irregularidades cometidas pela então presidente.

O Conselho Seccional aprovou por unanimidade o relatório da Comissão de Sindicância, “em decorrência de vastos elementos indiciários que levou a Comissão a concluir por prática de atos de improbidade”, e também decidiu pela instauração processo ético-disciplinar para apurar a responsabilidade da agora ex-presidente da Caarn por gestão clandestina de recursos da instituição para pagamento de despesas irregulares, o que resultou em um prejuízo financeiro no aporte de R$ 39.500,06.

Monalissa Dantas deverá ressarcir o valor acrescido de juros e correção monetária. Ela já estava afastada temporariamente desde o início da sindicância, em maio de 2021. Desde então, a Comissão ouviu testemunhas e colheu provas, que partiram da diretoria e funcionários. Em nota, OAB/RN e Caarn reiteraram “a transparência e o compromisso de seguir prestando assistência à advocacia potiguar”.

Em entrevista ao jornal Tribuna do Norte, Monalissa Dantas afirmou que lamentava que a sindicância “tenha agido de modo político” e voltou a negar as acusações. “Reafirmo que as despesas todas foram em favor de ações para a advocacia, desenvolvidas ao longo de anos de trabalho sério pela entrega de resultados”, afirmou a agora ex-presidente da Caarn, que acrescentou: “Tomarei as medidas para o restabelecimento da verdade e a punição dos culpados pelos danos a mim causados”, concluiu.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga