Morre de Covid Thiarles Santos, vereador que defendia o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras; parlamentar tinha 34 anos

Morre de Covid Thiarles Santos, vereador que defendia o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras; parlamentar tinha 34 anos

Morreu na manhã de ontem (17) o vereador Thiarles Santos (PSL), de 34 anos. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Clara para tratar a Covid-19. O parlamentar deixa esposa e 4 filhos. Thiarles estava no primeiro mandato e foi eleito em 2020 com 1.651 votos. Ele foi o segundo vereador de Uberlândia que morreu devido à doença.

Em fevereiro, Adriana Alves Ribeiro, a Drika Protetora, faleceu após ficar 9 dias intubada na UTI. O vereador também era conhecido por apresentar um projeto que tinha por objetivo desobrigar a utilização de máscaras contra a Covid-19. O PL (Projeto de Lei) chegou a ser protocolado na Câmara Municipal em agosto, mas ainda não foi discutido nas sessões ordinárias. No texto que justifica a proposta, Thiarles deu explicações – não comprovadas por órgãos científicos – de como a medida iria beneficiar pessoas que sofrem de problemas respiratórios.

Depois de testar positivo, o vereador disse nas redes sociais que estava se recuperando bem, com tratamento em casa, e que não precisaria ser hospitalizado. No entanto, o quadro se agravou e ele precisou ser internado dias depois. Na terça-feira (14), Thiarles apresentou forte instabilidade. Uma traqueostomia para aliviar a situação chegou a ser cogitada, mas foi adiada. Com os pulmões muito comprometidos, ele não resistiu e morreu na manhã de hoje. Advogado, Thiarles era natural de Teixeira de Freitas, interior da Bahia. O velório vai ocorrer na manhã deste sábado (18) no Cemitério Parque dos Buritis, na cidade.

Com informações do UOL

Foto: Reprodução/Instagram

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.