Tag Defesa Civil - Por dentro do RN

Defesa Civil

Minas Gerais registra 24 mortos devido às chuvas intensas que caem no estado

Minas Gerais registra 24 mortos devido às chuvas intensas que caem no estado

As fortes chuvas que há semanas atingem Minas Gerais causaram mais cinco mortes ao longo desta terça-feira (11), elevando para 24 o total de óbitos registrados no estado desde o início de outubro, quando teve início a atual temporada de chuvas – que, este ano, começou um mês antes que o habitual.

O número de pessoas que já perderam as vidas divulgado pela Defesa Civil estadual não inclui as dez mortes causadas pelo desprendimento de um bloco de pedras no Lago de Furnas, em Capitólio (MG), no último sábado (8). As causas desta tragédia ainda estão sendo apuradas, mas autoridades estaduais já anteciparam que parte do paredão rochoso pode ter ruído por efeito da ação das águas.

Até as 10 horas de ontem, a Defesa Civil estadual já contabilizava 19 mortes (sem levar em conta a tragédia de Capitólio). Desde então, foram registrados dois óbitos na cidade de Perdigão; um em Contagem; um em Ouro Preto e um em Santana do Riacho, totalizando 24 vítimas fatais.

Em Santana do Riacho, na região central do estado, um homem de 47 anos morreu ao ser atingido por um raio enquanto praticava escalada, com um grupo de amigos, na Serra do Cipó. Em Ouro Preto, bombeiros localizaram o corpo de um homem que estava soterrado desde o último sábado (8.jan.2022), quando duas casas desabaram no Bairro Santa Cruz.

Já em Contagem, a vítima, também um homem, foi atingida por um muro que cedeu e caiu sobre ela no bairro Pedra Azul. Por fim, em Perdigão, as vítimas são duas mulheres, de 55 e 79 anos, cujo carro caiu e afundou em um córrego próximo ao Povoado Canjicas.

Outras 13 cidades mineiras já registram mortes em função das chuvas ou de suas consequências: Brumadinho (5); Caratinga (2); Dores de Guanhães (2); Belo Horizonte (1); Betim (1); Coronel Fabriciano (1); Engenheiro Caldas (1); Ervália (1); Montes Claros (1); Nova Serrana (1); Pescador (1); São Gonçalo do Rio Abaixo (1) e Uberaba (1).

A lista de cidades mineiras que decretaram situação de emergência mais que dobrou nas últimas 24 horas, saltado de 145 para 341. Além disso, desde 1º de outubro de 2021, 24.610 desalojadas tiveram que ser acolhidas na casa de parentes, amigos, vizinhos ou em hospedagens particulares. Outras 3.992 pessoas ficaram desabrigadas, tendo que, em algum momento, ir para abrigos públicos.

Conforme a Agência Brasil noticiou na última sexta-feira (7.jan.2022), faltando ainda quase três meses para o fim do atual período chuvoso no estado, o número de pessoas desabrigadas já é mais de duas vezes superior ao total de 1.608 desabrigados registrados em Minas Gerais entre novembro de 2020 e março de 2021.

Segundo a Defesa Civil estadual, esta quarta-feira ainda terá chuvas intensas nas regiões oeste e sul de Minas Gerais. Na área central, incluindo a capital, o dia será nublado, porém com redução das chuvas em relação aos últimos dias. No restante do estado, terá sol entre nuvens com as típicas pancadas de verão, preferencialmente a partir da tarde.

Com informações da Agência Brasil

Foto: Marco Evangelista/Imprensa governo de Minas Gerais/Direitos reservados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Prefeitura de Pará de Minas alerta para 'alto risco' de rompimento de barragem da Usina do Carioca

Prefeitura de Pará de Minas alerta para ‘alto risco’ de rompimento de barragem da Usina do Carioca

A prefeitura de Pará de Minas, em Minas Gerais, emitiu um “alerta máximo” recomendando que todos os moradores das redondezas da Usina do Carioca evacuem a área devido ao “alto risco” de rompimento da barragem. O pedido da prefeitura foi feito na noite deste domingo (9.jan.2022), e também foi assinado pela Defesa Civil de Minas Gerais.

De acordo com o alerta, estão em situação de risco todas as pessoas que moram abaixo da Usina do Carioca tanto na cidade de Pará de Minas quanto em Pitangui, Onça de Pitangui, São João de Cima, Casquilho de Baixo, Casquilho de Cima e Conceição do Pará. O estado de Minas Gerais tem sido fortemente castigado pelas chuvas dos últimos dias.

A prefeitura de Pará de Minas considerou a situação da barragem da Usina do Carioca como “crítica”, e equipes da administração e da Defesa Civil seguem acompanhando a situação no local.

Foto: Reprodução/Prefeitura de Pará de Minas

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

No Tocantins, governo estadual decreta estado de emergência devido às chuvas

No Tocantins, governo estadual decreta estado de emergência devido às chuvas

O governo do Tocantins decretou estado de emergência em todo o estado devido aos estragos causados pelas chuvas e consequentes enchentes e inundações. O Decreto Estadual nº 6.385 foi assinado pelo governador em exercício, Wanderlei Barbosa, e publicado na quarta-feira (5.jan.2022) na edição eletrônica do Diário Oficial do Estado.

Segundo o governo do Tocantins, com a situação das chuvas que caem no estado, 296 pessoas estão desabrigadas. Elas foram acolhidas em abrigos públicos. Além delas, outras 236 pessoas desalojadas estão nas casas de parentes, amigos, vizinhos ou em hospedagens particulares.

De acordo com o decreto de estado de emergência, fica permitido a dispensa de licitação para a aquisição de bens e serviços necessários para aliviar os problemas, desde que as obras possam ser concluídas em, no máximo, 180 dias, sendo proibida a prorrogação dos contratos. Além disso, a Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil, órgão vinculado ao Corpo de Bombeiros, fica autorizada a mobilizar todos os órgãos e entidades da administração direta e indireta estadual para atuarem nas ações de resposta à situação e de reconstrução dos danos provocados pela força das águas.

O decreto também autorizou que autoridades públicas, especialmente os agentes da Defesa Civil, entrem em qualquer residência ou estabelecimento para prestar socorro ou determinar a evacuação da construção em risco. Em caso de iminente perigo público, os agentes públicos poderão utilizar propriedades privadas como bases de apoio – indenizando o dono, posteriormente, caso haja algum dano ao imóvel.

Foto: Corpo de Bombeiros/Governo do Tocantins

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Chuvas intensas fazem cinco municípios do Maranhão decretarem situação de emergência

Chuvas intensas fazem cinco municípios do Maranhão decretarem situação de emergência

Cinco municípios do Maranhão decretaram situação de emergência por causa das chuvas: Barra do Corda, Grajaú, Jatobá, Mirador e Paraibano. Com o decreto da situação de emergência, os entes municipais reconhecem que serão necessárias medidas excepcionais e apoio estadual e federal para reparar os estragos causados pelas inundações e alagamentos e restabelecer a normalidade.

Em todo o estado, as chuvas, inundações e alagamentos deixaram 298 famílias desabrigadas. De acordo com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, as pessoas tiveram que deixar suas casas e, sem ter para onde ir, foram acolhidas em abrigos públicos. Além disso, mais de 320 famílias desalojadas estão em casa de parentes, amigos e vizinhos ou em hospedagens particulares.

Além disso, o órgão informou que atualmente, seis municípios estão em estado de alerta por causa da continuidade das chuvas: Trizidela do Vale, Pedreiras, Itapecuru Mirim, Santa Rita; Pirapemas e Cantanhede.

Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Defesa Civil Mossoró monitora chuvas e intensifica trabalho preventivo no município

Defesa Civil Mossoró monitora chuvas e intensifica trabalho preventivo no município

Atualmente, o trabalho preventivo desenvolvido pela Defesa Civil Mossoró é referência para outras cidades do Estado do Rio Grande do Norte.

Com a chegada do período chuvoso, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) intensificou o trabalho de monitoramento de áreas críticas e prevenção a desastres naturais. O Departamento de Monitoramento, Alerta e Desastres acompanha o cenário meteorológico da região e monitora diariamente os pontos críticos da cidade.

Atualmente, o trabalho preventivo desenvolvido pela Defesa Civil Mossoró é referência para outras cidades do Estado do Rio Grande do Norte. As ações permitem minimizar os danos causados pela chuva. Somente em 2021 as equipes realizaram 87 vistorias de riscos hidrológicos, atendendo várias regiões do município. A novidade foi a utilização do georreferenciamento em todas as localidades visitadas, permitindo maior controle e agilidade na resolução dos problemas. 

Segundo a Defesa Civil Mossoró, o principal problema de alagamentos está relacionado à obstrução de galerias causadas pelo lixo descartado de forma irregular. “O maior problema é o acúmulo de lixo urbano jogado de forma irregular nas vias da cidade, o que acaba causando a obstrução das galerias, bloqueando a passagem da água. É um problema extremamente grave que se ocorrer alguma chuva de maior porte, o lixo vai acabar comprometendo o escoamento da água”, explicou Alcivan Gama, coordenador da Defesa Civil Mossoró.

“É muito importante estarmos preparados para o período chuvoso. Nessa perspectiva, a Defesa Civil realiza esse trabalho preventivo para localizar possíveis pontos de alagamentos e a partir daí começar o trabalho em conjunto com outros órgãos do município”, disse Wedson Mariano, coordenador de Monitoramento, Alerta e Desastres.

“O trabalho não para, nesse momento as equipes da Defesa Civil estão acompanhando o nível do rio Apodi/Mossoró, bem como os possíveis pontos críticos. Esse trabalho consiste justamente em evitar desastres, possibilitando uma intervenção mais rápida e eficiente”, destacou Cledinilson Morais, secretário de Segurança.

Caso precise, a população pode entrar em contato com a Defesa Civil por meio do número 199.

Foto: Reprodução/Sesdem Mossoró

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Prefeitura de Mossoró avança em mobilidade com implantação de novas sinalizações 2

Prefeitura de Mossoró avança em mobilidade com implantação de novas sinalizações

A Prefeitura de Mossoró segue revitalizando as sinalizações horizontais em diversos pontos da cidade. Os trabalhos estão sendo desenvolvidos pelo Departamento de Engenharia de Tráfego (DET), vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito (SESEM).

Para melhorar a acessibilidade, a Prefeitura renova a pintura e realiza a adição de novas sinalizações nos bairros Nova Betânia e Centro. A proposta é promover mais inclusão, destinando estacionamentos exclusivos para deficientes e idosos, buscando melhorar a qualidade de vida da população.

Prefeitura de Mossoró avança em mobilidade com implantação de novas sinalizações 1

O diretor executivo de Mobilidade, Luís Correia, afirmou que o trabalho para promoção de mais acessibilidade é um compromisso da instituição. “A Secretaria de Mobilidade não para seus serviços. É de extrema importância que haja uma comunicação eficiente no que fazer, quando fazer e como fazer. É importante que o condutor possa entender sobre todas as circunstâncias de mobilidade para que ele possa participar e colaborar no sentido de segurança no trânsito. Promover mobilidade é um compromisso nosso”, destacou.

As ruas e avenidas Alberto Maranhão, Rio Branco, Frei Antônio da Conceição e R. César Leite receberam os serviços de revitalização de faixa de pedestres, adição da sinalização “pare” e ampliação no número de vagas de estacionamento.

“Fizemos algumas alterações na sinalização viária, especialmente em estacionamento, contemplando alguns pontos da cidade. Criamos mais vagas para idosos e deficientes, para que as pessoas tenham mais acessibilidade. É importante que o condutor procure as sinalizações e equipamentos para se orientar e estacionar de forma segura”, finalizou Luís Correia.

Foto: Wilson Moreno/SECOM

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Carreta com ácido tomba em Pirangi do Sul e Idema pede que banhistas não tomem banho no local

Carreta carregada de ácido tomba em Parnamirim e Idema pede que banhistas não tomem banho em Pium e Pirangi do Sul

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema/RN) orienta, por precaução, que os banhistas e frequentadores das proximidades do Rio Pium e das barracas de Pirangi do Sul, no litoral Sul, evitem o banho nos locais até que ocorra a remoção do material químico derramado após o tombamento de uma carreta, em Parnamirim, na manhã do sábado (4).

Atualmente, o Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Defesa Civil e Idema acompanham as ações de remoção do material químico derramado. Trata-se de uma carga de transporte interestadual, autorizada pelo Ibama, com nota fiscal vigente. Desde que aconteceu o acidente, a Secretaria de Meio Ambiente de Parnamirim e a Defesa Civil do município estiveram presentes. Neste domingo, foram feitas barreiras de contenção para barrar o escoamento do ácido que estava sendo transportado. Segundo o Corpo de Bombeiros, a carreta que tombou carregava três tipos de ácido, entre eles o sulfônico e clorídrico.

Além disso, o Governo do Estado atuou subsidiariamente a fim de apoiar os agentes municipais e minimizar os danos provocados pelo incidente com a carreta. A interdição da área afetada foi executada pelo Corpo de Bombeiros e PRE.

Análise da água

A análise da água foi solicitada pelo Idema, por meio da equipe do Núcleo de Processamento Primário e Reuso de Água Produzida e ResíduosNuprar da UFRN, bem como Igarn e Caern, também foram acionados. Em resultado preliminar, o PH das águas monitoradas estava com índice considerado no limiar aceitável. Entretanto, somente após a análise é que se saberá ao certo as condições do manancial atingido, pois não ficou clara a quantidade relevante de espuma encontrada no local.

Os órgãos ambientais federal e estadual, Ibama e Idema, respectivamente, acionarão a empresa responsável pela carga, Ultra Log Transportadora, para o devido cumprimento das medidas cabíveis.

A empresa, por sua vez, acionou a seguradora para a contratação de empresa especializada na remoção deste tipo de material. A transportadora tem um contrato com empresa especializada em recolher este tipo de produto. Os resíduos foram coletados com bombas de sucção. A carga derramada tinha como destino o estado do Ceará. Equipes do Ibama e da Prefeitura de Parnamirim seguem trabalhando no local.

Além disso, o Idema e as demais instituições municipais e estaduais seguem monitorando o incidente e seus efeitos.

Foto: Reprodução/Idema

Siga Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deputado parelhense Francisco do PT elogia RN Sem Chamas, programa do Governo do RN que combaterá queimadas e incêndios no Estado

Deputado parelhense Francisco do PT elogia RN Sem Chamas, programa criado para combater queimadas e incêndios no Estado

O deputado Francisco do PT participou, nesta segunda-feira (30), do lançamento do Plano Estadual de Prevenção Ambiental e Combate às Queimadas e Incêndios Florestais, nomeado de RN Sem Chamas, do Governo do Estado e elogiou a iniciativa do executivo potiguar. O plano, que envolve Idema, Corpo de Bombeiros, ITEP, Polícia Militar, Polícia Civil e Defesa Civil, contempla ações educativas, de monitoramento e de resposta às queimadas e incêndios florestais do RN.

“O período que estamos vivendo é de muita seca e calor, o que favorece a propagação do fogo e, portanto, uma iniciativa como essa é muito necessária, porque combater os incêndios depois que eles começam é bem mais difícil, sem falar nos danos que eles causam, que são irreparáveis”, disse o deputado Francisco do PT que lembrou ainda os incêndios de grandes proporções que aconteceram no ano passado em Parelhas, Serra Negra do Norte e Patu, na Serra do Lima. “Foram momentos desesperadores aqueles, na tentativa de conter as chamas que se propagaram durante dias”, completou o parlamentar.

A governadora Fátima Bezerra durante o seu discurso disse que a participação da população é fundamental para o sucesso do plano. “Eu sei que esse plano só vai avançar com engajamento da sociedade. Sabemos que essa iniciativa é dever do Estado, mas depende também do compromisso com a sociedade”, afirmou a governadora, que pediu a população que denuncie infrações e crimes ambientais através do 0800 281 1975 e notifique incêndios pelo 193.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros do RN, coronel Monteiro, grande parte dos incêndios ocorre por causa de ações humanas e que por isso poderiam ser evitados. “A gente precisa erradicar os incêndios porque isso significa salvar vidas”, disse o comandante.

Representantes de todos órgãos envolvidos no plano participaram da solenidade.

Foto: Reprodução/Francisco do PT

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Governo do RN lança hoje o RN Sem Chamas, plano de ações educativas, de monitoramento e de prevenção às queimadas no Estado

Governo do RN lança hoje o RN Sem Chamas, plano de ações educativas, de monitoramento e de prevenção às queimadas e incêndios no Estado

O Governo do Rio Grande do Norte lança, nesta segunda-feira (30), às 10h30, o Plano Estadual de Prevenção Ambiental e Combate às Queimadas e Incêndios Florestais, conhecido como RN Sem Chamas. A solenidade será realizada no auditório Governadoria, no Centro Administrativo do Estado, em Natal.

O RN Sem Chamas é um plano de ações educativas, de monitoramento e de prevenção às queimadas e incêndios florestais no estado. A iniciativa reúne ações desenvolvidas em parceria com o Idema, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Itep e Polícias Civil e Militar, entre outras instituições colaboradoras.

As ocorrências de incêndios são oriundas da queima de resíduos sólidos (entulhos, lixões) em áreas não florestais, queima para limpeza de terrenos e em margens de rodovias, queima para cultivo agrícola, caça predatória, além da umidade relativa do ar, do período de estiagem e do aumento da intensidade dos ventos.

Foto: Ilustração/Lucas Cortez/Inter TV Cabugi

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga