Mandante do Assassinato de Marielle Franco

Suspeito de ser o mandante do assassinato de Marielle Franco é preso na Paraíba; Almir Rogério Gomes da Silva foi preso em Queimadas

Suspeito de ser o Mandante do assassinato de Marielle, o miliciano Almir Rogério Gomes da Silva foi foi preso no município de Queimadas, a 140 km de João Pessoa.

A Polícia Civil da Paraíba prendeu um chefe de milícia acusado de ser o mandante do assassinato de Marielle Franco, vereadora do Rio pelo PSOL, assassinada em março de 2018. A prisão ocorreu nesta quarta-feira (28), e a identidade do preso não foi revelada pelas autoridades.

Porém, de acordo com o jornal Congresso em Foco, trata-se de Almir Rogério Gomes da Silva, chefe da milícia da Gardênia Azul e do Morro do Tirol, no Rio de Janeiro.

O homem foi preso no município de Queimadas, localizado a 140 km da capital, João Pessoa, por policiais da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco). A ação foi um pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), que investiga o caso, ainda em andamento. De acordo com as apurações preliminares, Almir Rogério Gomes da Silva estava na companhia de outro homem, que também foi preso.

Reprodução/TV Correio

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.