Tag Escola Penitenciária (Espen) - Por dentro do RN

Escola Penitenciária (Espen)

Secretaria da Administração Penitenciária (Seap/RN) inicia curso de formação para 104 novos policiais penais

Secretaria da Administração Penitenciária (Seap/RN) inicia curso de formação para 104 novos policiais penais

Com a convocação dos novos 104 candidatos a policiais penais, em apenas três anos de governo, a atual gestão terá aumentado em cerca de 20% o efetivo da Polícia Penal.

A Secretaria da Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (Seap/RN), através da Escola Penitenciária (Espen), realizou na manhã da segunda-feira (22), a aula inaugural do Curso de Formação Profissional, como fase do concurso público para o cargo de policial penal da Seap/RN. Com a convocação dos novos 104 candidatos, em apenas três anos de governo, a atual gestão terá aumentado em cerca de 20% o efetivo da Polícia Penal.

A abertura do evento contou com a presença do vice-governador, Antenor Roberto; do secretário da Seap/RN, Pedro Florêncio; do juiz federal, Walter Nunes; do secretário da Segurança Pública e da Defesa Social, coronel Francisco Araújo; do promotor de Justiça, Victor Emanuel; do procurador-geral da República, Ronaldo Sérgio; do juiz de Execuções Penais, Henrique Baltazar; representando o Itep, o diretor do Instituto Médico Legal (IML), Fernando Marinho; da presidente do Sindicato dos Policiais Penais, Vilma Batista, entre outras autoridades.

Antenor Roberto disse aos futuros policiais penais que o Governo do Estado trata a pasta da Administração Penitenciária como parte efetiva do sistema se segurança pública estadual. “Temos uma política de Estado de Segurança Pública pensada de forma sistêmica. Não é política de governo, mas de Estado. Essa integração se desenvolve no dia a dia. Nós criamos a Secretaria da Administração Penitenciária porque pensamos a segurança pública de forma integrada”, disse.

Secretaria da Administração Penitenciária (Seap/RN) inicia curso de formação para 104 novos policiais penais
Foto: Divulgação/Seap

O secretário Pedro Florêncio deu as boas-vindas aos alunos falando sobre a responsabilidade do servidor público e fez um breve relato dos avanços do sistema penitenciário na atual gestão.

Em seguida, o juiz Walter Nunes fez a abertura do curso com uma palestra sobre a história da execução penal no mundo e no Brasil, abordando temas como o fenômeno social do crime; o sistema prisional nacional; o controle na prisão; fundamentos do poder de punir; pena de prisão; a eficiência do sistema prisional; finalidade da execução da pena; Lei de Execução Penal de 1984; entre outros. “O dia de hoje nos diz porque estamos avançando nessa área. A política de segurança pública do Estado é sensível ao sistema penitenciário”, disse.

Segundo Pedro Florêncio, os policiais penais ingressarão numa Seap modernizada, com novos sistemas de videomonitoramento, de comunicação, de transporte e com armamentos novos e modernos. Além disso, encontrarão um sistema penitenciário disciplinado, seguro e avançando em ações de trabalho com uso de mão de obra carcerária e educação prisional.

O curso focará no papel do policial penal enquanto agente público e de transformação social, para uma gestão ética, eficiente, técnica e pautada na legalidade e na dignidade humana. São exigidos 100% de frequência em disciplinas que envolvem armamento, tiro e procedimentos de escolta penal, além do estágio supervisionado. Entre disciplinas teóricas e práticas, o curso terá carga horária de 528 horas.

Foto: Divulgação/Seap

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Policiais penais do RN concluem cursos de aperfeiçoamento em armamento e de escaneamento corporal promovido pela Seap RN

Policiais penais do RN concluem cursos de aperfeiçoamento em armamento e de escaneamento corporal promovido pela Seap/RN

O Curso de Aperfeiçoamento em Armamento e Tiro (CAAT) para policiais penais foi realizado em Mossoró e faz parte da política de interiorização da Seap/RN.

A Secretaria da Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (Seap/RN), através da Escola Penitenciária (Espen) e Departamento Penitenciário Nacional (Depen), realizou dois cursos de aperfeiçoamento para servidores da pasta: armamento e tiro, voltado aos servidores das unidades do interior, e de capacitação de operadores de body scan (scanner corporal através de raios-x), ministrado nesta quarta-feira (03.nov.2021), para os policiais lotados nas unidades com maior demanda de visitantes.

O Curso de Aperfeiçoamento em Armamento e Tiro (CAAT) foi realizado em Mossoró e contou com a participação de 17 policiais penais, além de dois policiais civis, um bombeiro militar e um policial militar. Em 80 horas-aula, ministradas em 10 dias de atividades práticas e teóricas, os servidores foram capacitados em manuseio, conservação e operação com pistola, espingarda e fuzil. Tiveram ainda aulas de porte velado com pistola e habilitação em instrumentos de menor potencial ofensivo.

Segundo o secretário Pedro Florêncio, a pasta está interiorizando as ações em prol dos servidores. “Quando assumi a Seap/RN me falaram que as viaturas e armamentos novos nunca chegavam no interior. Que o interior só recebia os equipamentos usados. E com os cursos, acontecia a mesma coisa. Na nossa gestão, respeitamos, valorizamos, reconhecemos e tratamos todos com equidade”, disse. O CAAT contou com servidores dos estabelecimentos penais de Mossoró, Caraúbas, Apodi e Pau dos Ferros. O corpo técnico de instrutores foi da própria secretaria.

Policiais penais do RN concluem cursos de aperfeiçoamento em armamento e de escaneamento corporal promovido pela Seap/RN
Foto: Divulgação/Seap (RN)

Nesta quarta-feira, 30 policias penais participaram do Treinamento em Anatomia Radiológica e Operação do Spectrum Bodyscan, com 8 horas-aula, ministrado pelo instrutor Peter Kuhn. Os policiais foram capacitados para operar o body scan para a análise de imagens.

Entre a teoria, ministrada no auditório da Escola de Governo, e a parte prática, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, os servidores aprenderam mais sobre a eficácia do equipamento; os requisitos de segurança e proteção radiológica no uso de equipamentos de inspeção corporal; radioproteção; princípios da formação da imagem radiológica; planos e estruturas anatômicas; operação do equipamento; além de estudos teóricos e prática de imagens.

As unidades do Rio Grande do Norte estão mais seguras depois que foram equipadas com o scanner corporal. Os equipamentos, instalados na atual gestão em todos os estabelecimentos prisionais, permitem a detecção de objetos proibidos na entrada das visitas e evitam abordagens invasivas e vexatórias, tanto para a visita, quanto para o policial penal.

O equipamento é capaz de localizar objetos sob as vestes e no interior do corpo. Dessa forma, evita-se a revista íntima, um procedimento que era necessário, mas que causava demora na fila de acesso aos presídios e constrangimento para todos os envolvidos.

Foto: Divulgação/Secretaria da Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (Seap/RN)

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado