Shenzhou-12

Shenzhou-12 é lançada na China; país está construindo sua própria estação espacial

Shenzhou-12 foi lançada às 22h22 do horário de Brasília e chegará na Tiangong em 24 horas, com três astronautas a bordo.

O Shenzhou-12 acaba de deixar a Terra levando três astronautas chineses do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, no Deserto de Gobi, em uma viagem histórica à estação espacial chinesa de Tiangong, que está em construção.

Os astronautas estão a caminho módulo inicial da estação espacial Tiangong (Palácio Celestial) para realizar várias tarefas nos próximos três meses. A tripulação é liderada por Nie Haisheng, de 56 anos, e pelo veterano Liu Boming, 54; além de Tang Hongbo, de 45, que está em sua primeira viagem ao espaço.

Astronautas que estão a bordo da Shenzhou-12

Niu e Liu, que já participaram de missões espaciais anteriores, são mais velhos do que os astronautas chineses anteriores, incluindo o primeiro do país, Yang Liwei, que entrou em órbita aos 38 anos, quase duas décadas atrás.

A missão Shenzhou-12 é o último estágio dos ambiciosos planos da China de ser o único país a possuir e administrar sua própria estação espacial, com previsão de conclusão em menos de dois anos. Tiangong vai rivalizar com a Estação Espacial Internacional (ISS), que é apoiada pelos Estados Unidos, Rússia, Europa, Canadá e Japão.

Em uma entrevista coletiva na quarta-feira, 15, Nie não escondeu que a missão está intimamente ligada à ambição da China de se tornar uma potência espacial líder mundial. “Esta missão será o primeiro vôo tripulado como parte da construção da estação espacial da China. Tenho a sorte de começar a primeira etapa da construção da estação espacial e tenho muitas esperanças ”, disse ele a repórteres no centro de lançamento de Jiuquan.

“O desenvolvimento da exploração espacial da China cristalizou o sonho milenar do povo chinês de voar para o céu e acrescentou um capítulo heroico aos 100 anos de história de luta do partido [comunista chinês]”, disse Nie, que já foi um membro do partido há mais de três décadas.

Embaixador da China no Brasil comemora o feito

Os três astronautas são todos ex-pilotos da Força Aérea e seguem 11 outros cidadãos chineses que foram ao espaço, incluindo Yang, que o fez em 2003. Yang, agora vice-diretor geral do programa espacial tripulado da China, disse que a idade da tripulação não importava. “Ajudamos eles a se adaptarem melhor a este voo. Acho que [a idade] não é um problema para a missão ”, disse ele em entrevista à televisão estatal.

Yang diz que o trabalho que os astronautas esperam é extremamente desafiador e complexo, mas eles treinaram bastante para completar as tarefas. “O conteúdo do treinamento físico aumentou muito, seis ou sete horas em uma sessão de atividade que acontecerá fora da espaçonave”, disse Yang, acrescentando que depois de alguns exercícios a tripulação mal tinha forças para segurar seus pauzinhos.

Shenzhou-12
Foto: Getty Images


O módulo central Tianhe tem 16,6 metros de comprimento e 4,2 metros de largura em seu ponto mais largo. Lá dentro, os astronautas terão de testar equipamentos e tecnologias novas não apenas para o programa espacial da China, mas também para o mundo. Alguma tecnologia, incluindo propulsores iônicos – um tipo de propulsão elétrica – nunca foi usada antes em um voo espacial tripulado.