Tag Lei Djalma Maranhão - Por dentro do RN

Lei Djalma Maranhão

Programa Djalma Maranhão abre inscrições para projetos culturais em Natal; investimento é de R$ 12 milhões

Programa Djalma Maranhão abre inscrições para projetos culturais em Natal; investimento é de R$ 12 milhões

O Programa Djalma Maranhão de incentivo à Cultura da prefeitura de Natal abriu inscrições, nesta quinta-feira (7.abr.2022), para projetos culturais concorrerem ao financiamento. Em 2022, o investimento da Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte), através da prefeitura, será de R$ 12,1 milhões.

Segundo a secretaria, há um limite de quatro projetos por proponente, desde que a soma não ultrapasse 2% do valor da renúncia fiscal, fixado em R$ 242.780,40.

A limitação individual não será aplicada aos projetos que exijam a realização de obras em imóveis tombados localizadas no bairro histórico Ribeira, que tenham por finalidade a promoção das áreas definidas. Em 2021, foram apresentados 188 projetos e 162 deles receberam aprovação. Desses, 94 captaram recursos.

Inscrições

A documentação necessária para apresentação dos projetos está no site da Funcarte e também pode ser solicitada através do e-mail [email protected].

Para as inscrições dos projetos, é necessário número do CMEC (Cadastro Municipal de Entidade Cultural) no currículo cultural do proponente. Caso o produtor ainda não seja cadastrado, a inscrição pode ser realizada de forma virtual no www.blogdafuncarte.com.br

Programa Djalma Maranhão e Incentivo à Cultura

O Programa Djalma Maranhão utiliza a renúncia fiscal do Município e propicia centenas de projetos nos mais diversos segmentos.

As dúvidas podem ser tiradas pelo e-mail [email protected] e pelo telefone da instituição, que também é Whatsapp: 98898-4082. O horário de atendimento é das 8h às 14h. de segunda a sexta.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Mesmo com o avanço da Ômicron e dos casos de gripe, prefeitura quer viabilizar Carnaval em Natal

Mesmo com o avanço da Ômicron e dos casos de gripe, prefeitura quer viabilizar Carnaval em Natal

Menos de um mês. Esse é o tempo necessário para que a Secretaria de Cultura e Fundação Capitania das Artes (Funcarte) viabilize o Carnaval em Natal, caso seja dado o sinal verde para a realização da festa na capital potiguar. A informação foi do secretário Dácio Galvão, na manhã desta segunda-feira (10.jan.2022).

Em entrevista publicada na Tribuna do Norte do domingo (9.jan.2022), o prefeito Álvaro Dias falou, entre outros assuntos, sobre a realização do Carnaval em Natal. O gestor disse que está analisando a possibilidade de cancelar ou não o Carnaval, assim como ocorreu em outras cidades. “Nós ainda não tomamos essa decisão, mas vamos reunir o Comitê Científico para discutir essa questão e existe uma possibilidade real e concreta de que também possamos vir a cancelar pelo menos o Carnaval de rua na nossa cidade”, disse o prefeito.

Em entrevista à 96 FM na manhã desta segunda, Dácio Galvão disse que, mesmo sem a confirmação de realização da festa pública devido aos casos de covid e influenza, a equipe da Secretaria de Cultura e Funcarte trabalha desde dezembro “com os instrumentos jurídicos e administrativos que o Carnaval em Natal requer”. Segundo ele, as minutas de editais, relação com os movimentos e blocos de rua e também com as escolas de samba, além dos projetos que estão envolvidos com a Lei Djalma Maranhão, estão adiantados.

“Esse dever de casa vem sendo feito, dialogado, e estamos em um retaguarda esperando a sinalização para cairmos em campo para realizar o que for definido pelo Poder Público”, disse Dácio Galvão, afirmando ainda que não há orçamento destinado à festa, mas que pode ser viabilizado através de iniciativa do prefeito.

Questionado sobre o prazo para ter tempo suficiente para organizar a festa, Dácio Galvão disse que se tiver a confirmação em fevereiro é possível realizar a festa, que está prevista para começar no dia 26 de fevereiro. “Não tem problema (se a confirmação ocorrer no início de fevereiro). A gente tem condição de fazer o Carnaval”, garantiu.

Por outro lado, o secretário também acredita que a tendência é que não ocorra a festa de rua, apesar do impacto econômico na cidade. “Acho que há uma tendência em ter o cancelamento. É uma tendência que todas as cidades têm feito. Na hora que não é realizado, há uma privatização das festas. As festas populares ficam limitados. Artistas, cadeia produtiva, são afetados. Isso gera um desaquecimento econômico vital. Esses aspectos são fundamentais, mas o que vai decidir é a questão sanitária. Quem vai decidir é o comitê científico”, explicou Galvão.

Com informações da Tribuna do Norte

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Som da Mata retoma apresentações presenciais e recebe o grupo Fuxico de Feira neste domingo (14)

Som da Mata retoma apresentações presenciais e recebe o grupo Fuxico de Feira neste domingo (14)

Além do grupo Fuxico de Feira no domingo, Shaman Tribal Company apresenta espetáculo Híbrida neste sábado (13), de maneira virtual.

O Dançando nas Dunas virtual acontece no próximo sábado, 13 de novembro, às 16h30, e recebe o espetáculo Híbrida, da Shaman Tribal Company, companhia de dança com núcleos em Natal/RN e Piracicaba/SP que há 15 anos trabalha com pesquisa, fruição artística, ensino, fomento e formação de público em Fusão Étnica Contemporânea (Tribal Fusion), com apresentações realizadas em diversos estados brasileiros, além de Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos.

Este espetáculo reúne em sua montagem pesquisas e laboratórios que vem sendo desenvolvidos desde a fundação da companhia. O roteiro abrange coreografias criadas pelo próprio corpo de baile sob a direção de Cibelle Souza. A atmosfera cênica é toda construída sob o olhar da fusão étnica contemporânea, com base na dança do ventre, dança indiana, flamenco e danças folclóricas do norte da África.

O Dançando nas Dunas acontece graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Nata, por meio da Lei Djalma Maranhão e do aporte financeiro da Arena das Dunas, além do apoio do Governo do Estado através do Idema/RN e da Padaria Hora do Pão.

Já na tarde do domingo, 14 de novembro, às 16h30, o projeto Som da Mata retorna às apresentações presenciais recebendo a banda Fuxico de Feira, composta pelos músicos Fernandinho Régis (rabeca, 7 cordas e cavaco), Felipe Erick (sanfona e 7 cordas), Abner Moabe (percussão) e Valério Felipe (percussão).

O grupo deu início em 2018, a partir de uma sugestão de Carlinhos Zens de montar uma banda cujo repertório passeasse pela música brasileira, em especial a nordestina, mas que também explorasse o cancioneiro popular. Para este show, o Fuxico traz um repertório que contempla composições de grandes nomes como Dominguinhos, Sivuca e o mestre Luiz Paixão.

O projeto Som da Mata também ocorre graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão e do aporte financeiro da Unimed Natal e da Uniodonto RN, além do apoio do Governo do Estado através do Idema/RN e da Padaria Hora do Pão.

Informações:

Projeto Dançando nas Dunas (virtual)

O espetáculo Híbrida fica por conta da Companhia Shaman Tribal Company, com produção da Praieira Filmes. A exibição online ocorrerá no Instagram (@dancandonasdunas), no Facebook (Dançando nas Dunas) e no YouTube (Dançando nas Dunas). O evento ocorre neste sábado, 13 de novembro, às 16h30 e será realizado pela Sá de Paula Produções.

Projeto Som da Mata (presencial)

O show com o grupo Fuxico de Feira no Parque das Dunas dá boas vindas à retomada do Projeto Som da Mata, no Anfiteatro Pau-Brasil do Parque das Dunas, localizado na Avenida Alexandrino de Alencar, S/Nº, bairro Tirol. O evento ocorre no próximo domingo, 14 de novembro, a partir das 16h30. O acesso ao parque custa R$ 1,00 e o espetáculo é gratuito. Para mais informações, (84) 3201-3985 | (84) 3201- 4440

Foto: Divulgação/Fuxico de Feira

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado