Quintal produtivo é alternativa de renda em assentamento no interior do RN; faturamento chega a R$ 8 mil em alguns lotes

Quintal produtivo é alternativa de renda em assentamento no interior do RN; faturamento chega a R$ 8 mil em alguns lotes

Leiliana Pereira Salles, moradora do assentamento José Sotero da Silva, no município de Caraúbas, fatura cerca de R$ 8 mil por mês, no lote onde vive com a família. Atualmente, o quintal produtivo é a principal fonte da renda familiar, onde a assentada produz caju, maracujá, jerimum, coco, cana-de-açúcar, pinha, acerola, goiaba, romã e hortaliças. Além de fazer decoração e artesanato para jardins, ela e a família também criam aves, bovinos, caprinos e suínos.

“Fui uma das últimas a entrar no assentamento e desde então venho buscando meios de ganhar meu dinheirinho todo mês. Estou investindo num quintal produtivo com reaproveitamento de água e um fogão ecológico que eu mesma construí”, conta a assentada, que reside na comunidade há 8 anos.

E Leiliana, que também foi uma das 19 contempladas com a entrega de Títulos Definitivos feita pelo Incra/RN no assentamento no início de setembro, segue expandindo as alternativas de renda em seu lote. “Com muita força e vontade de trabalhar estamos vivendo bem no assentamento, apesar da pandemia. No momento também estou produzindo rosas do deserto para comercializar”, conta.

Foto: Divulgação/Incra

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.