Em Audiência Pública na Câmara de Natal, Movimenta Mulheres RN lança Observatório sobre Violência Política de Gênero

Em Audiência Pública na Câmara de Natal, Movimenta Mulheres RN lança Observatório contra a Violência Política de Gênero

Nesta quinta-feira (9.dez.2021), o Movimenta Mulheres RN, junto ao mandato da vereadora Ana Paula e a Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Natal, propôs a Audiência Pública a respeito do tema de Violência Política de Gênero.

Na ocasião, estiveram presentes as presidentas do Movimenta Mulheres RN, Karenina Hentz da Cunha Lima, Isabella Lauar e Caroline Maciel, além de autoridades como a subsecretaria da Semjidh/RN, Wanessa Fialho; a vereadora eleita por Carnaúba dos Dantas, Thabatta Pimenta; e de Márcia Marinho, administradora na empresa Liga de Ensino do Rio Grande do Norte e representante do Grupo Reviver.

O Movimenta Mulheres RN lançou, juntamente com a vereadora Ana Paula Araújo e a Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o Observatório para mapear os casos de violência política de gênero, se apresentando também, como um canal de denúncias para a pauta.

“Discutir a violência política de gênero é falar sobre estatísticas invisíveis, relativas a um fenômeno que ainda não é muito debatido, embora já tenhamos a tipificação do crime de Violência Política de Gênero. Por outra parte, é falar de um delito que influencia diretamente tanto na participação das mulheres na política e nos espaços institucionais de poder, quanto na própria atuação dessas mulheres que, em razão desta violência, correm riscos até de vida (Feminicídio Político de Estado, cujo maior exemplo no Brasil é Marielle Franco)”, pontuam as presidentas do Movimenta Mulheres RN.

“Também sendo uma das causas da sub-representação das mulheres no Parlamento e nos espaços de poder e decisão e prejudica a democracia no país. Sendo assim, precisamos falar sobre isso, para garantir que as mulheres possam exercer seus mandatos e erguer suas vozes em prol da democracia e de políticas publicas interseccionais e representativas”, concluem.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.