Vacas que usam máscara protegem mais o meio ambiente

A Cargill, empresa multinacional, se uniu à Zelp, uma startup inglesa, para oferecer uma solução aos produtores de leite europeus para reduzir a emissão de metano pelas vacas: uma máscara desenvolvida pela Zelp (sigla de “Zero Emission Livestock Project” ou Projeto de Emissão Zero de Gado), que tem o propósito de reter 53% do metano produzido pelo arroto dos animais, transformando o gás em vapor d’água e dióxido de carbono.

Máscara
Foto: Zelp/Divulgação

Por sua vez, a Cargill será a distribuidora exclusiva da máscara para o mercado europeu de lácteos, a partir do segundo semestre do próximo. Nos bovinos, até 95% das emissões de metano vêm da boca e narinas. Com a tecnologia da Zelp, que é ajustada no animal por meio de cabresto, há a medição, captura e oxidação do metano em tempo real.

Por enquanto, ainda não há planos para a tecnologia ser oferecida no Brasil.

Foto: Zelp/Divulgação