Tag Ministério da Infraestrutura - Por dentro do RN

Ministério da Infraestrutura

Denatran passa a ser Secretaria e terá mais autonomia, diz ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou, hoje (13), que a transformação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) em Secretaria Nacional de Trânsito, a partir desta quinta-feira (16), dará mais autonomia aos gestores públicos responsáveis por definir as leis e normas para o setor.

A ideia é dar maior destaque para o tema [trânsito] dentro da agenda política do governo federal e maior autonomia administrativa, o que resultará em mais celeridade nos processos decisórios, além de um reforço na estrutura funcional, sem que isto acarrete aumento de despesas”, afirmou Freitas ao participar, nesta manhã, de uma reunião pública da Comissão de Viação e Transportes, da Câmara dos Deputados.

A transformação do Denatran na Secretaria Nacional de Trânsito consta do Decreto n º 10.788, publicado no Diário Oficial da União do último dia 8. O decreto trata da nova Estrutura Regimental do Ministério da Infraestrutura e estabelece que a secretaria será composta pelos departamentos de Gestão Política de Trânsito; de Segurança no Trânsito e de Regulação e Fiscalização.

A decisão de transformar o departamento em secretaria vai ao encontro do pilar de fortalecimento institucional previsto no Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, aprovado pelo Contran [Conselho Nacional de Trânsito]”, acrescentou o ministro. “Conseguiremos dar maior peso político, mais relevância e mais estrutura [ao setor] sem aumentar despesas, só a partir da conversão de transformação e o remanejamento de cargos ” .

Com a iniciativa, a secretaria nacional assumirá a condição de órgão máximo executivo do Sistema Nacional de Trânsito (SNT).

Praticagem


Ainda durante a reunião da comissão parlamentar de Viação e Transportes, o ministro comentou que os custos com a atividade de praticagem (realizada pelos práticos, profissionais encarregados de orientar a entrada e a saída de navios dos portos marítimos ou fluviais) encarecem muito os custos de navegar pela costa brasileira, afastando investimentos.

Entendo que este é um tema que tem que ser discutido; algo que tem trazido muito transtorno e inquietação para o setor produtivo, sobretudo para o setor do turismo. Há um incômodo geral com os altos preços praticados pela praticagem. [Custos] que acabam sendo muito relevantes para a cabotagem e para o turismo, afastando navios de cruzeiros do Brasil”, disse Freitas.

Vemos a praticagem atuando com muita força para manter uma situação, em tese, de livre mercado, mas que não é bem assim. Teremos que discutir em que medida é necessária uma regulação econômica desta atividade para evitar abusos e já temos conversado bastante com a Marinha, até porque esta é uma questão que envolve segurança. Teremos que administrar as visões conflitantes que existem até dentro do próprio Parlamento. Sabemos o peso que este item tem na conta, principalmente quando estamos falando de cabotagem e de turismo”, concluiu o ministro.

Com informações da Agência Brasil



Foto: Ministério da Infraestrutura/Denatran

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, admite interesse em disputar vaga no Senado em 2022

Atual ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas admite interesse em disputar vaga no Senado em 2022

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, admitiu, em entrevista ao Estadão/Broadcast, que poderá disputar as eleições do próximo ano. Ele foi citado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como opção para o governo de São Paulo em 2022, porém, na avaliação do ministro, ele poderá concorrer em outro cargo e estado.

“Vou caminhar junto com o presidente. Não sei se exatamente num governo de Estado, não sei se em São Paulo. De repente no Parlamento, em Goiás. Por exemplo, por que não o Senado em Goiás?”, disse ele, que também mencionou a possibilidade de concorrer por Mato Grosso. Carioca radicado em Brasília, Tarcísio de Freitas, que nunca concorreu, não tem ligação com nenhum dos dois estados.

Os estados citados pelo ministro, Goiás e Mato Grosso, são fortes no agronegócio, e têm obras consideradas “cartão de visita” do Ministério da Infraestrutura, o que poderia ajudá-lo. Freitas tem viajado o Brasil ao lado de Bolsonaro, e chegou a participar dos atos do último dia 7 de setembro, tanto em Brasília, quanto em São Paulo. Além disso, tem boa popularidade entre os apoiadores de Bolsonaro, e costuma receber elogios do presidente.

Formado pela Academia Militar das Agulhas Negras, Tarcísio de Freitas é responsável por comandar a pasta que entregou algumas das promessas da área de infraestrutura e promoveu uma série de leilões, acumulando capital político entre simpatizantes do governo.

Foto: Isac Nóbrega/PR

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Reta Tabajara

Reta Tabajara ‘estará duplicada até início de 2022’, diz ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou que as obras de duplicação do trecho da BR-304 da “Reta Tabajara” serão concluídas até o início do próximo ano. Segundo o ministro, não haverá atrasos nos serviços que estão em execução no trecho da rodovia federal.

A confirmação foi feita em uma postagem no Twitter de Tarcísio: “Atenção, Rio Grande do Norte. Reta Tabajara (BR-304/RN), segue em obras, dentro do cronograma e temos condições de entregar no início de 2022 a duplicação de todo o percurso até o entroncamento com a BR-226/RN”, afirmou

Segundo o ministro, que também gravou um vídeo ao lado do ministro potiguar Fábio Faria (das Comunicações), ele afirma que, neste período de chuvas, é “normal haver uma adaptação” na execução dos serviços, com redução de ritmo onde é feita terraplanagem, mas que isso não implicará em atrasos na obra.

Foto: Isac Nóbrega/PR

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Bolsonaro investe no Ministério da Infraestrutura

Bolsonaro libera R$ 1 bi extra para Ministério da Infraestrutura

Investimento no Ministério da Infraestrutura é o trunfo que Bolsonaro tentará emplacar durante a campanha de reeleição.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) liberou o valor extra de R$ 1 bilhão para ser incluído no orçamento do Ministério da Infraestrutura. As ações da pasta comandada por Tarcísio de Freitas é considerada um dos trunfos de Bolsonaro para tentar se reeleger em 2022, especialmente a entrega de obras por todo Brasil. Segundo balanço apresentado pelo ministério, foram 51 empreendimentos entregues no primeiro semestre, e 17 obras iniciadas, retomadas ou autorizadas.

O ritmo, inclusive, fez com que o ministro pedisse ainda mais verba para a pasta: R$ 2,4 bilhões a mais na previsão orçamentária do ano. De acordo com Tarcísio, o foco da pasta, em relação a investimentos públicos, é entregar o que já estava em andamento. “Obras paradas não geram taxa de retorno”, disse o ministro da Infraestrutura.

“À medida que o exercício vai passando, tem de buscar esse empoçamento e ir transferindo as áreas que estão performando e que têm condições de performar”, afirmou Tarcísio. Segundo o ministro, historicamente, o Ministério da Infraestrutura dispunha de volume de recursos muito superior ao atual e que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) tem condições de executar R$ 1 bilhão em obras por mês sozinho.

Foto: Isac Nóbrega/PR

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado