Ministério Público apura morte de José William da Rocha, que teve atendimento negado em hospitais de Natal

Ministério Público apura morte de José William da Rocha, que teve atendimento negado em hospitais de Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) instaurou um procedimento para apurar as circunstâncias do atendimento negado a José William da Rocha no pronto-socorro do Hospital Walfredo Gurgel, maior hospital público para atendimento do trauma no Rio Grande do Norte.

O homem, de 56 anos, morreu após gravar um vídeo em que aparece buscando ajuda por um incômodo no peito e não ter sido atendido no hospital. O caso aconteceu na última sexta-feira (5.nov.2021). Nas imagens, José William afirma que foi orientado a procurar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Antes de morrer, ele também teve atendimento negado no Hospital Municipal de Natal. “Já falei com assistente social, falei com vigilante, falei com todo mundo, ninguém me atende. Mandaram eu procurar uma UPA”, diz o homem no vídeo. José William só foi atendido no Hospital dos Pescadores, também em Natal, onde sofreu duas paradas cardíacas e morreu.

De acordo com o procedimento, o MP vai apurar se o não atendimento contribuiu para a morte de José William. A portaria que instaura o procedimento será publicada na edição da quarta-feira (10.nov.2021) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.