Tô vacinado, tô liberado - Foliões e cambistas vendem abadás do Carnatal com pulseira de imunização falsa

Tô vacinado, tô liberado: Foliões e cambistas vendem abadás do Carnatal com pulseira de imunização

Foliões e cambistas estão vendendo abadás do Carnatal com a inclusão da pulseira de imunização, que deve ser validada individualmente pelos compradores e ser intransponível. De acordo com registro que circulam nas redes sociais, pessoas que compraram abadás para acesso à festa e cambistas tentam negociar as peças juntamente com a pulseira que garante a comprovação de vacinação contra a covid-19.

Segundo a Destaque Promoções, empresa que organiza o Carnatal, as denúncias foram repassadas ao setor jurídico e que um Boletim de Ocorrência foi registrado na Polícia Civil, para apuração do caso.

Tô vacinado, tô liberado: Foliões e cambistas vendem abadás do Carnatal com pulseira de imunização falsa

Os foliões que querem participar do Carnatal precisam comprar os abadás e comprovar antecipadamente a conclusão do esquema vacinal, com duas doses ou dose única, atendendo aos protocolos sanitários implementados para a festa. “Foi realizada a certificação antecipada da vacinação no Centro de Convenções, na Central do Carnatal e no portão Q da Arena das Dunas. Todos estão com a pulseira que diz: ‘Tô vacinado, tô liberado!'”, explica a Destaque.

Os foliões precisam apresentar um certificado que garanta a imunização, seja pelo RN+Vacina ou pelo aplicativo Conecte SUS, no momento da retirada dos abadás.

A empresa também informou que a pulseira de imunização é válida para os 4 dias de Carnatal e não deve ser retirada do braço. Ainda de acordo com a Destaque, as compras devem ser feitas apenas nos pontos oficiais de venda, no Centro de Conveções de Natal ou pela internet.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.