Para o ministro da Saúde, 'não há emergência' em vacinar crianças de 5 a 11 anos

Para o ministro da Saúde, ‘não há emergência’ em vacinar crianças de 5 a 11 anos

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga afirmou nesta quinta-feira (23.dez.2021) que não há emergência em vacinar crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19.

“Os óbitos de crianças estão dentro de uma patamar que não implica decisões emergenciais. Ou seja, isso aqui favorece que o ministério tomar uma decisão baseada em evidência científica de qualidade, na questão da segurança, na questão da eficácia e da efetividade”, disse Queiroga.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a vacina para esse público no último dia 16 de dezembro, mas o ministério da Saúde ainda aguarda uma consulta pública antes de tomar a decisão. Até esta quinta, a consulta ainda não tinha sido aberta pela pasta.

Foto: Paula Bittar/MS

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.