Parnamirim Jazz Sinfônica realiza concerto natalino gratuito em Emaús; confira

Parnamirim Jazz Sinfônica realiza concerto natalino gratuito em Emaús; confira

Uma noite memorável de muita harmonia, lirismo e jazz. Assim acontecerá o “Concerto Natalino 2021” da Parnamirim Jazz Sinfônica, neste sábado (25.dez.2021), a partir das 19h, na Praça Aluízio Alves, em Emaús, Parnamirim/RN. O espetáculo, que acontecerá sob regência do maestro Eugénio Graça, terá a participação dos cantores líricos: César Leonardo, Ariadne Mendes e Hilkélia Pinheiro.

A transmissão será realizada ao vivo pelo canal do YouTube: fundacaoparnamirimdecultura. O evento é uma realização da Prefeitura Municipal de Parnamirim, por meio da Fundação Parnamirim de Cultura. O regente da Parnamirim Jazz Sinfônica ressaltou que haverá mistura de estilos e sons com a envolvência do público, proporcionando um encontro diferenciado do jazz, sinfônico e o lírico. No repertório, temas natalinos, musicais, além de árias de óperas específicas.

Peças clássicas como AdesteFideles, (melodia de J. F Walde), Praise God (Duke Ellington), Waltz of the Flowers (Tchaikovsky), Suite de Natal, Tocatta e fuga em D (Bach), Amazing Grace, Natal Branco e The conquest of Paradise, Hark! The Herald Angels Sing, Time To Say Goodbye, entre outras. Ainda na programação, trechos do musical O Fantasma da Ópera.

Parnamirim Jazz Sinfônica

Pioneira no Rio Grande do Norte (RN), a Parnamirim Jazz Sinfônica (PJS) foi criada em novembro de 2020, com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc e, a partir do ano de 2021, passou a ser mantida pela Prefeitura Municipal de Parnamirim, por meio da Fundação Parnamirim de Cultura. Desde a sua idealização, a orquestra erudita, em seus moldes tradicionais, mas ligada a uma Big Band, é composta por 45 músicos, sob a direção artística e regência do maestro Eugénio Graça.

O resultado dessa sonoridade, com direito a jazz, samba, frevo, bossa nova, Música Popular Brasileira (MPB), rock e erudito, confere protagonismo na criação de uma nova estética de performance orquestral com fundamento em arranjos contemporâneos e, exclusivamente, elaborados para a Parnamirim Jazz Sinfônica.

A orquestra atrai o público com a combinação única dos timbres clássicos, modernos, jazzísticos e da junção artística entre a orquestra e convidados: solistas internacionais, nacionais, regionais e locais.

Foto: Emily Avelino/Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.