Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (SETURN)

Empresas de ônibus de Natal pedem que prefeitura pague gratuidade de idosos e estudantes e ameaça entregar mais linhas

Empresas de ônibus de Natal pedem que prefeitura pague gratuidade de idosos e meia-passagem de estudantes e ameaça entregar mais linhas

Após o novo aumento de 8,8% no preço do óleo diesel para as distribuidoras, que entrou em vigor na terça-feira (10.mai.2022), as empresas de ônibus que operam em Natal pediram à prefeitura da capital para custear, integralmente, o benefício da gratuidade dos idosos e da meia-passagem dos estudantes nos ônibus.

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), atualmente o valor é redistribuído e acaba custeado por quem paga as passagens inteiras. O sindicato patronal considera que, sem o suporte do poder público, as contas não irão fechar, e seria necessário um novo aumento nas tarifas.

O aumento, no entanto, não pode acontecer, devido a um condicionamento para a isenção do ICMS concedido pelo governo do RN. O sindicato informou que, caso a prefeitura não faça o custeio da gratuidade e da meia-passagem, as empresas poderão deixar de operar mais linhas de ônibus, fazendo a devolução para o poder público. As viações já entregaram cerca de 30 linhas desde o início da pandemia.

Foto: Matheus Felipe/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Greve dos rodoviários chega ao fim em Natal

Chegou ao fim na noite desta sexta-feira (28.jan.2022) a greve dos rodoviários de Natal. Após assembleia extraordinária organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), entidade que representa os motoristas e cobradores de ônibus da capital, os trabalhadores aprovaram por unanimidade a proposta apresentada em uma nova rodada de negociações com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), sindicato que representa as empresas de ônibus, sob mediação de um representante do Ministério do Trabalho.

A proposta prevê o aumento do vale alimentação para R$ 350,00 a partir de agosto (entre os meses de fevereiro e julho, o ticket será de R$ 315,00), além do aumento de 13,58% no salário, que será pago em 3x, divididos até a folha de novembro, quando o piso salarial dos motoristas será de R$ 2.258,32. O acordo prevê ainda o abono das faltas de quem aderiu à greve e a garantia do cumprimento da próxima data-base, com a manutenção dos direitos previstos na convenção coletiva da categoria (pagamento de comissões, vale-alimentação, plano de saúde, dentre outros).

Histórico

Os rodoviários iniciaram a greve no transporte público de Natal no dia 18 de janeiro, cobrando o reajuste salarial, que segundo a categoria, não ocorre há dois anos, e o retorno do pagamento integral do vale-alimentação. A categoria chegou a interromper a greve no dia 21 de janeiro, após aceitar a sugestão do desembargador Eridson Medeiros para suspender temporariamente a paralisação com concessão de reajuste de 75% do vale alimentação e nova audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT/RN), que foi realizada na quarta-feira (26.jan.2022).

A audiência, no entanto, terminou sem acordo e a greve foi retomada na quinta-feira (27.jan.2022), chegando ao fim no dia seguinte, após acerto entre as categorias.

Foto: Matheus Felipe/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Greve dos rodoviários continua e já chega ao 4º dia em Natal; secretária afirma que não haverá aumento da tarifa

Greve dos rodoviários continua e já chega ao 4º dia em Natal; secretária afirma que não haverá aumento da tarifa

A greve dos rodoviários em Natal chega ao seu quarto dia nesta sexta-feira (21.jan.2022). Atualmente, 50% da frota de ônibus está circulando na cidade, uma vez que duas liminares concedidas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região, determinaram o aumento da frota de emergência disponibilizada nas ruas pelos grevistas. Até então, apenas 30% da frota estava circulando.

A paralisação foi deflagrada pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), entidade que representa a categoria. Motoristas e cobradores cobram o reajuste salarial, que segundo a categoria, não ocorre há dois anos, e o retorno do pagamento integral do vale-alimentação.

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), entidade que representa as empresas de ônibus da capital, declarou não ter condições de atender os pedidos da categoria e, por isso, solicitou uma reunião com a mediação do prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), para discutir soluções para a greve dos rodoviários. Os empresários sugerem, por exemplo, a desoneração do ISS, imposto municipal cobrado às empresas de ônibus, ou um reajuste na tarifa paga pelo usuário, para tornar viável o atendimento das reivindicações.

Mas a secretária de Mobilidade Urbana de Natal, Daliana Bandeira, disse que a prefeitura vai exigir contrapartidas para concessão de benefícios. Além disso, em entrevista a uma rádio local, a secretária afirmou que a tarifa continuará com os valores atuais (R$ 3,90 para a bilhetagem eletrônica e R$ 4,00 para pagamento em espécie). “A população já está passando por uma dificuldade tremenda neste momento e a tarifa não vai subir. Teremos que buscar alternativas para essa situação”, disse a secretária.

Foto: Matheus Felipe/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Daliana Bandeira afirma que empresários de ônibus descumpriram acordo e que isenção só ocorrerá com contrapartida

Daliana Bandeira afirma que empresários de ônibus descumpriram acordo e que isenção só ocorrerá com contrapartida

A secretária da STTU, Daliana Bandeira, afirmou que há a interesse em negociar, mas que vai exigir contrapartidas para concessão de benefícios.

A greve dos motoristas e cobrador de ônibus de Natal chegou ao segundo dia nesta quarta-feira (19.jan.2022). 30% da frota do transporte público da capital seguem circulando, afetando usuários que precisam se deslocar. Até o momento, apesar da solicitação do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) para a mediação do prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), na paralisação, ainda não há confirmação de qualquer encontro entre os representantes do poder Executivo, dos trabalhadores rodoviários e empresários.

O Seturn solicitou desde a sexta-feira (14.jan.2022) uma reunião em caráter de urgência com o prefeito, para definir o dissídio coletivo do setor. “A STTU em resposta ao TRT sobre o salário do motorista e a tarifa ignorou o reajuste de salário e os aumentos do diesel e ainda assim a tarifa já está além de R$ 4,00. Com um detalhe: esse valor sem ISS, muito embora a desoneração tenha expirado em 31/12/2021”, afirmou Nilson Queiroga, consultor técnico do Seturn.

Porém, hoje, a secretária de Mobilidade Urbana de Natal, Daliana Bandeira, afirmou que há a interesse em negociar, mas que vai exigir contrapartidas para concessão de benefícios. “A gente está disposta a ir para a mesa, mas que a gente tenha uma contrapartida. (No ano passado) Foi dada a isenção, mas tiveram linhas devolvidas, serviços retirados, desobediências a ordens de serviço que a STTU enviava e a população que ficou prejudicada. Precisamos que isso seja uma via de mão dupla”, criticou a secretária, em entrevista a uma TV local.

Na avaliação da pasta, os empresários se aproveitaram da isenção do imposto mas não cumpriram acordos em prol do transporte coletivo da cidade.

Foto: Lucas Ewerton/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Seturn pede que Álvaro Dias faça a mediação com os rodoviários para evitar greve em Natal

Seturn pede que Álvaro Dias faça a mediação com os rodoviários para evitar greve em Natal

O ofício solicitava reunião para a sexta-feira (14.jan.2022) ou agendamento para esta segunda-feira (17.jan.2022) com a presença dos representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do RN (Sintro/RN)

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) pediu a mediação do prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), na greve dos motoristas de ônibus, marcada para iniciar nesta semana. O sindicato fez o pedido através de um ofício, solicitando uma reunião em caráter de urgência, para definir o dissídio coletivo do setor – que tem risco de greve – e isenção do ISS ou reajuste tarifário.

De acordo com o Seturn, o ofício solicitava reunião para a sexta-feira (14.jan.2022) ou agendamento para esta segunda-feira (17.jan.2022) com a presença dos representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do RN (Sintro/RN) e da Secretária Municipal de Mobilidade Urbana, Daliana Bandeira. O Seturn, porém, afirma que até o momento ainda não obteve resposta do encontro com o gestor.

“Até o momento não tivemos resposta da equipe da prefeitura do Natal. Só esta mediação irá impedir a greve do setor”, disse Nilson Queiroga, consultor técnico do Seturn. De acordo com Nilson, a reunião é necessária para solucionar demandas que estão na pauta do dia do setor de transpor público e que precisam da solução do prefeito da cidade pois a própria STTU reconhece a defasagem tarifária.

“A STTU em resposta ao TRT sobre o salário do motorista e a tarifa ignorou o reajuste de salário e os aumentos do diesel e ainda assim a tarifa já está além de R$ 4,00. Com um detalhe: esse valor sem ISS, muito embora a desoneração tenha expirado em 31/12/2021”, explicou Nilson Queiroga.

Greve está prevista para começar na quarta-feira

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN) anunciou que os motoristas e cobradores entrarão em greve a partir da próxima quarta-feira (19.jan.2022). A reivindicação dos rodoviários é pelo reajuste salarial, que segundo a categoria, não ocorre há dois anos. Eles também cobram o retorno do pagamento integral do vale-alimentação.

Foto: Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Sindicato dos motoristas anuncia greve do transporte público de Natal na próxima semana

Sindicato dos motoristas anuncia greve do transporte público de Natal na próxima semana

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN) anunciou que os motoristas e cobradores entrarão em greve a partir da próxima quarta-feira (19.jan.2022). O edital da greve do transporte público de Natal foi publicado nesta sexta-feira (14.jan.2022) em jornais de grande circulação. De acordo com o Sintro/RN, o indicativo da paralisação foi aprovado por unanimidade em assembleia geral da categoria na terça-feira (11.jan.2022).

A reivindicação dos rodoviários é pelo reajuste salarial, que segundo a categoria, não ocorre há dois anos. Eles também cobram o retorno do pagamento integral do vale-alimentação. O Sintro/RN afirmou que os funcionários deveriam receber R$ 360,00 do benefício, mas há dois anos têm recebido apenas a metade do valor, R$ 180,00.

De acordo com os rodoviários, as negociações junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que ocorrem desde o ano passado, não avançaram. A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) ainda não se manifestaram sobre a greve do transporte público de Natal.

Foto: Matheus Felipe/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Governo do RN renova isenção de ICMS, evita reajuste e garante retorno do circular da UFRN sem cobrança de tarifa para estudantes

Governo do RN renova isenção de ICMS, evita reajuste e garante retorno do circular da UFRN sem cobrança de tarifa para estudantes

Em reunião com representantes dos sindicatos e empresários do setor de transporte público urbano e metropolitano, nesta segunda-feira, 27 de dezembro, a governadora Fátima Bezerra anunciou a renovação da isenção de 100% do ICMS sobre a aquisição de óleo diesel para o setor metropolitano de transporte de passageiros e 80% para o sistema intermunicipal, como já ocorre desde maio deste ano. A renovação vale por 12 meses e expira em dezembro de 2022.

Em contrapartida à renovação, o Governo do Estado condicionou o benefício ao não aumento da tarifa e ao retorno da linha circular que serve à comunidade da UFRN de forma gratuita. As condições foram prontamente atendidas pelos empresários. “Está fechado. A senhora pode contar conosco que este compromisso será cumprido“, afirmou o presidente do Seturn (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano do RN), Agnelo Candido.

A governadora disse que o entendimento entre o Governo e os empresários beneficia a população e mostra senso de responsabilidade conjunto. “Atendemos o pleito de prorrogação da isenção de ICMS reconhecendo que o setor foi muito afetado pela pandemia e ainda sofre com os reflexos. Os trabalhadores das empresas e suas famílias também são beneficiados porque a isenção funciona como um apoio ao fluxo de caixa das empresas. Isenção é tributo que o Estado abre mão, mas fazemos isso como apoio ao empresariado”.

Hoje o valor da isenção equivale a R$ 1 milhão por mês, segundo informou o secretário de Estado da Tributação, Carlos Eduardo Xavier. E, ao término da concessão, repercute em R$ 12 milhões em imposto que o Estado deixa de recolher.

O vice-presidente do Seturn, Luiz Flor, agradeceu a sensibilidade da governadora e disse: “Há muito não víamos atenção tão grande do Governo”. Eudo Laranjeiras, presidente da Federação dos Transporte Rodoviários do Nordeste (Fetronor), citou as dificuldades do setor com a pandemia e a demanda da população por mais ônibus. “Agradecemos muito a sensibilidade da governadora, que entende a situação e contribui para manter o setor. A senhora pode contar conosco. Estamos juntos”, afirmou.

Representando os trabalhadores do setor, Júnior Rodoviário, presidente do Sintro, enfatizou que “este é o primeiro Governo que nos recebe sem a gente precisar fazer greve. Um Governo que respeita os trabalhadores e os empresários, que dá muita atenção ao nosso setor, nos recebe e dialoga com atenção e respeito”.

O empresário Wellington Oliveira, da Viação Jardinense, declarou que “só temos a agradecer à governadora. A senhora sempre nos recebe. Em 2017, quase morremos. Hoje estamos nos recuperando e mantendo as atividades das quatro empresas sexagenárias – Jardinense, Riograndense, Cabral e Alves. Agradecemos pelo diálogo e pelo entendimento”.

Foto: Matheus Felipe/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Reitor em exercício se reúne com DCE sobre cobrança de tarifa no Circular da UFRN

Reitor em exercício se reúne com DCE sobre cobrança de tarifa no Circular da UFRN

Em reunião na manhã da sexta-feira (3.dez.2021), representantes do DCE (Diretório Central dos Estudantes) ouviram esclarecimentos, por parte do reitor em exercício da UFRN, Henio Ferreira de Miranda, sobre as negociações para a retomada do Circular da UFRN, que retornou e causou polêmica após a informação de que os usuários terão de pagar passagem.

O encontro ocorre dois dias após a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) anunciar a criação da linha “Alimentadora UFRN”, em substituição à linha 588 (Circular Campus), cujo atendimento é feito com cobrança de tarifa para os usuários.

Operando desde o último dia 1º, a linha Alimentadora UFRN substitui o Circular do Campus Universitário e, segundo a STTU, tem tarifa de R$ 3,20, com direito ao uso da meia-passagem para estudantes (R$ 1,60) e integração temporal disponível para o uso da bilhetagem eletrônica.

Durante o encontro, a chefe de gabinete da reitoria, Magda Pinheiro, expos detalhes sobre as reuniões promovidas pela universidade para reivindicar o retorno do transporte público para o Campus – os encontros foram feitos com a presença de representantes de órgãos judiciais, da Prefeitura de Natal e do Seturn, entidade que representa as empresas de ônibus.

Durante o encontro, o reitor em exercício ressaltou que a UFRN se posiciona a favor dos estudantes e dos usuários do transporte público que reivindicam a suspensão da cobrança da tarifa. “Somos a favor da gratuidade do Circular e temos apresentado essa demanda em todas as tratativas já realizadas anteriormente”, disse Henio. “Sabemos que a UFRN vem fazendo esforço pela retomada do Circular”, afirmou Lorran Silva, coordenador do DCE.

No encontro, a representação do DCE entregou ofício em que convida o reitor em exercício a participar de uma reunião, promovida pelos estudantes, com a presença da STTU e de membros da Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara Municipal de Natal. Henio aceitou o convite e a reitoria da UFRN participará do encontro.

Foto: Reprodução/Matheus Felipe

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Número de assaltos a ônibus na Grande Natal diminui 70% em quatro anos

Número de assaltos a ônibus na Grande Natal diminui 70% em quatro anos

Os índices de assaltos a ônibus caíram 70% em quatro anos, de acordo com os dados do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) e da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed).

Segundo os órgãos, há uma redução no comparativo proporcional de janeiro a outubro de 2021, quando foram registradas 123 ocorrências, em relação ao mesmo período de 2018, quando ocorreram 410 roubos. Os dez meses de 2021 foram os melhores desde 2018, com reduções anuais gradativas no número de ocorrências.

O comparativo de 2021 supera os últimos quatros anos. Em 2021, foram registrados 123 roubos, redução de 30,11% em relação a 2020, quando ocorreram 176 roubos. A diminuição chega a 68,13% na comparação com 2019, ano em que 386 roubos foram registrados. A máxima queda de 70,00% é constatada no comparativo com 2018, quando os dados apontam a ocorrência de 410 roubos.

Redução ano a ano

Assaltos a ônibus entre janeiro e outubro 2018: 410
Assaltos a ônibus entre janeiro e outubro 2021: 123
Redução: 70%

Assaltos a ônibus entre janeiro e outubro de 2019: 386
Assaltos a ônibus entre janeiro e outubro de 2021: 123
Redução: 68,13%

Assaltos a ônibus entre janeiro e outubro de 2020: 176
Assaltos a ônibus entre janeiro e outubro de 2021: 123
Redução: 30,11%

Foto: Matheus Felipe/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

STTU divulga itinerário de ônibus que vão circular no Campus da UFRN durante a prova do Enade neste domingo (14)

STTU divulga itinerário de ônibus que vão circular no Campus da UFRN durante a prova do Enade neste domingo (14)

Duas linhas de ônibus do transporte urbano de Natal vão circular no Campus da UFRN neste domingo (14.nov.2021) para atender estudantes e equipes que participarão do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade 2021) e que tem como local de prova a universidade.

A determinação da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) solicitou que as linhas de ônibus N-29 (Nova Natal/ UFRN/ Nova Descoberta) e O-63 (Felipe Camarão/ Mirassol/ Campus) serão reforçadas e terão itinerários alterados durante o dia de prova.

Em comunicado enviado ao Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), para as empresas de ônibus de Natal, a STTU solicitou que as linhas N-29 e O-63 adentrem no Campus Universitário, onde ocorrerá o exame do Enade, no período das 6h30 às 18h30.

A operação terá maior ênfase entre 9h a 12h e das 16h às 18h. A alteração das linhas tem o propósito de permitir o acesso das equipes que trabalharão no Enade e dos estudantes que farão a prova e também na operação de volta, com a saída dos alunos e profissionais do Campus.

Com a alteração, as linhas terão a seguinte operação:

LINHA N-29 (Nova Natal/ UFRN/ Nova Descoberta) – operação no domingo (14/11)

Realizará 22 viagens, com horários de saída do Terminal da linha em Lagoa Azul às: 06h00, 06h35, 07h15, 08h00, 08h45, 09h30, 10h10, 10h45, 11h20, 11h50, 12h20, 12h55, 13h30, 14h00, 14h35, 15h15, 15h50, 16h25, 16h55, 17h20, 17h50 e 18h25.

LINHA O-63 (Felipe Camarão / MIrassol/ Campus) – operação no domingo (14/11)

Realizará 24 viagens com horários de saída do Terminal De Felipe Camarão às: 06h00, 06h30, 07h00, 08h00, 08h40, 09h20, 10h00, 10h30, 11h00, 11h30, 12h00, 12h30, 13h00, 13h30, 14h00, 14h30, 15h00, 15h30, 16h00, 16h30, 17h00, 17h30, 18h00 e 18h30.

Integração temporal

Os estudantes poderão realizar integração temporal eletrônica de outras linhas com a N-29 e O-63 neste domingo. As linhas 02, 04, 07, 08, 21 (integrará apenas com N-29), 27, 30, 33, 37, 38, 39, 40, 41, 43, 46, 50, 54, 59, 60, 64, 72, 73, 77, 79, 33A e 599 farão integração. Já as linhas consideradas semi-urbanas, não realizam integração.

Principais paradas de ônibus para realizar a integração:

  • Apenas para a linha 29: Parada do Hapvida Zona Norte;
  • Apenas para a linha 63: Parada da Rodoviária de Natal;
  • Para as linhas 29 e 63: Paradas do Midway Mall, Portugal Center, Centro Administrativo, Natal Shopping e Via Direta.

De acordo com a STTU, a integração eletrônica é possível apenas por meio dos cartões NatalCard: Passe Fácil, Profissional, Carteira de Identificação Estudantil e Vale Transporte.

Foto: Matheus Felipe/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado