Sistema S

Governo Bolsonaro quer reduzir contribuição mensal dos empregadores ao FGTS de 8% para 2%

Governo Bolsonaro quer reduzir contribuição mensal dos empregadores ao FGTS de 8% para 2%

O jornal Folha de S.Paulo noticiou neste sábado (14.mai.2022) que o governo prepara mudanças no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e nos pagamentos compulsórios de empresas ao Sistema S. Segundo o jornal, há textos prontos para 3 medidas provisórias, cada uma com as seguintes determinações:

  • Redução de 8% para 2% da contribuição mensal dos empregadores para contas de FGTS de seus empregados;
  • Redução de 40% para 20% dos depósitos no FGTS da multa em caso de demissão do empregado;
  • Redução das diferentes alíquotas de pagamentos ao Sistema S.

Reduzir encargos atrelados a salários é uma meta do ministro Paulo Guedes (Economia). O objetivo com a desoneração é favorecer a abertura de vagas de trabalho. O portal apurou, no entanto, que não há, no Ministério da Economia, discussões para implantar mudanças neste ano.

Qualquer proposta só seria discutida e apresentada no próximo ano, caso o presidente Jair Bolsonaro (PL) seja reeleito.

Com informações do Poder 360
Foto: Reprodução/Antonio Salaverry/Shutterstock

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Sistema S passa a faca

‘Nós temos que passar a faca no Sistema S’, diz secretário do Ministério da Economia

“Está na hora de o Sistema S ajudar. Temos um sistema que tem bilhões de reais em caixa, tem bilhões de reais em imóveis. É inaceitável esse sistema não aceitar contribuir”, afirmou Adolfo Sachsida, secretário de Política Econômica do Ministério da Economia. A fala foi durante transmissão ao vivo do jornal Valor Econômico, ao defender a transferência dos valores do Sistema S ao programa de qualificação profissional que está sendo formulado pelo governo para jovens de baixa renda.

De acordo com Sachsida, arrecada por volta de R$ 20 bilhões por ano. “Estou pedindo R$ 6 bilhões deles […] Minha posição é muito firme: nós temos que passar a faca no Sistema S, tem que tirar dinheiro deles para passar para o jovem carente”, afirmou o secretário. O Sistema S é um conjunto de entidades administradas por associações patronais voltadas, principalmente, para o treinamento profissional.

Antes de assumir o cargo, o ministro da economia, Paulo Guedes prometeu “meter a faca” nos recursos das instituições que fazem parte do sistema. A uma plateia de empresários, o então futuro ministro disse, em dezembro de 2018, que, com “interlocutor bom, corta 30%; se não, corta 50%”.

Foto: Reprodução/Sérgio Lima

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado