Dores abdominais

Bolsonaro sente dores abdominais e cancela reuniões

Após sentir dores abdominais durante a madrugada, Bolsonaro cancela reuniões que tinha marcado para a manhã desta quarta-feira.

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), decidiu cancelar as reuniões que tinha marcado para a manhã de hoje (14) após sentir dores abdominais durante a madrugada. O presidente vinha se queixando de soluços persistentes nos últimos dias. Através de nota, o Palácio do Planalto confirmou que Bolsonaro deu entrada no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, para a realização de exames, com o objetivo de investigar a causa dos soluços.

De acordo com o Planalto, Bolsonaro passa bem, mas por recomendação médica, ele ficará em observação médica entre 24 e 48 horas.

Confira a nota do Palácio do Planalto:

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, por orientação de sua equipe médica, deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, nesta quarta-feira (14) para a realização de exames para investigar a causa dos soluços.

Por orientação médica, o presidente ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas, não necessariamente no hospital. Ele está animado e passa bem.

Foto: Reprodução/Instagram

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.