Anvisa confirma segundo caso de superfungo no Brasil e alerta para surto.jpg

Anvisa confirma segundo caso de ‘superfungo’ no Brasil e alerta para surto

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmou nesta quinta-feira (13.jan.2022) o segundo caso do superfungo Candida auris no Brasil. Segundo a agência, a confirmação se deu em um hospital da rede pública de Pernambuco. O primeiro caso foi detectado na última terça-feira (11.jan.2022).

Segundo a agência, o superfungo representa uma “séria ameaça à saúde pública”, e apesar de só haver dois casos confirmados, a Anvisa considera que já há um surto do fungo no país, uma vez que essa definição epidemiológica “abrange não apenas uma grande quantidade de casos de doenças contagiosas ou de ordem sanitária, mas também o surgimento de um microrganismo novo na epidemiologia de um país ou até de um serviço de saúde”.

Segundo a agência, o C. auris é uma “séria ameaça” à saúde pública brasileira por diversas razões, e aponta que o fungo representa multirresistência a medicamentos comumente utilizados para tratar infecções por Candida e a desinfetantes, podendo permanecer viável por longos períodos no ambiente – que podem ser semanas ou meses.

A agência apontou ainda que quando o fungo causa infecção de corrente sanguínea ou outras infecções invasivas, ele pode ser fatal, principalmente a pacientes imunodeprimidos ou com comorbidades. Ainda de acordo com a agência, há “dificuldade de identificação oportuna pelos métodos laboratoriais rotineiros”.

Anteriormente, dois surtos do fungo deixaram as autoridades de saúde em alerta, em 2020 e 2021. os casos foram registrados na Bahia. No primeiro surto, houve 15 casos confirmados e duas mortes.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.