Museu Câmara Cascudo reabre para visitas presencias no dia 8 de março; interessados devem agendar visita

Museu Câmara Cascudo reabre para visitas presencias no dia 8 de março; interessados devem agendar visita

Fechado desde março de 2020, por causa da pandemia da Covid-19, o Museu Câmara Cascudo (MCC) volta a abrir suas portas para visitação presencial a partir da próxima terça-feira (8.mar.2022) em Natal. A reabertura ocorre 720 dias após a suspensão das atividades presenciais.

Por enquanto, o funcionamento será limitado e as visitas precisam ser agendadas pelo site da instituição. As visitas serão realizadas de terça a sexta, em quatro horários, às 9h, 10h30, 14h e 15h30, além dos sábados, às 14h e 15h30.

Em cada horário, serão admitidos até 30 visitantes para uma visita guiada de 1h30 às exposições em cartaz no pavilhão expositivo e um roteiro pelo Parque do Museu.

Ainda de acordo com o museu da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o uso de máscaras, o distanciamento físico e a apresentação do comprovante de vacinação completa por maiores de 5 anos de idade são obrigatórios para entrar no espaço.

Exposições

Entre as exposições disponíveis, está a “Paleontologia”, onde é possível voltar no tempo e descobrir que o mar virou sertão e deixou para trás fósseis de pequenos animais. É lá também que os visitantes podem conhecer os grandes animais que habitavam o Rio Grande do Norte no passado, como a preguiça e o tatu gigantes, e ainda visitar a tradicional Caverna do Museu.

Voltando ainda mais na história da vida na Terra, o Museu Câmara Cascudo leva os visitantes aos vestígios deixados pelos dinossauros que habitaram o território do RN nas exposições “Icnologia” e “Dinossauros da Bacia Potiguar”. Na visita à exposição “Anatomia Comparada”, os visitantes podem observar esqueletos de diversos mamíferos.

Em “Engenhos”, a cultura canavieira é o pano de fundo para contar a história e a organização social dessa que é uma das primeiras formas de exploração das terras potiguares no período colonial, além de conhecer a rota que essa planta percorreu por todo o mundo e dos seus impactos sociais e econômicos.

Ainda estão em cartaz, as exposições “Vibrantes Caminhos” e “Confluências”. Os detalhes de cada uma delas estão disponíveis na aba “exposições” do site do MCC.

A rota de visitação continua no Parque do Museu, com a visita ao Jardim Sensorial, que estimula experimentar a natureza com todos os sentidos, conhecer a horta e as plantas alimentícias não convencionais, além de conhecer a diversidade de plantas e animais presentes na área verde de 6,8 mil m².

Medidas de prevenção

Segundo o museu, o pavilhão expositivo e a área do Parque do Museu foram adequados às exigências do Protocolo de Biossegurança da UFRN, com instalação de sinalização com as medidas de prevenção, sinalização no piso, dispensadores de álcool em gel e lixeiras para o descarte de máscaras usadas.

Ainda de acordo com o museu, servidores e estudantes que terão contato com o público estão com o esquema de vacinação atualizado e farão uso de máscaras do tipo PFF2, consideradas mais seguras para impedir o contágio da doença.

O agendamento pode ser realizado pelo botão “Agende sua visita” no site do MCC na internet. O endereço é o www.mcc.ufrn.br. O visitante receberá uma confirmação por e-mail com a data e horário, além das orientações das medidas sanitárias para a visita.

Foto: Reprodução/Cícero Oliveira/UFRN/Museu Câmara Cascudo

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.