Vereadores Professor Ítalo e Rhalessa de Clênio estão entre os presos em Parnamirim - Por dentro do RN
Professor Ítalo e Rhalessa de Clênio

Vereadores Professor Ítalo e Rhalessa de Clênio estão entre os presos em Parnamirim

Parlamentares ‘Professor Ítalo‘ e ‘Rhalessa de Clênio’ foram presos na manhão desta sexta-feira, 18 de junho.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte pediu para que a Justiça potiguar expedisse mandados de prisão, busca e apreensão em endereços vinculados ao Professor Ítalo, à vereadora Rhalessa de Clênio e ao ex-vereador Pastor Alex. O pedido foi atendido e a prisão ocorreu na manhã desta sexta-feira (18).

Conforme veiculado por este portal, a Operação Dízimo foi deflagrada com o objetivo de investigar crimes de falsidade ideológica eleitoral, lavagem de dinheiro, peculato e associação criminosa em Parnamirim. Participam da Operação Dízimo um total de 15 promotores de justiça, 17 servidores do Ministério Público e 68 policiais militares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado