Receita Federal apreende 500kg de cocaína em carga de limão no porto de Natal

Receita Federal apreende 500kg cocaína em Natal

Apreensão de 500kg de cocaína foi realizada em um contêiner carregado de frutas que deixava Natal em direção ao porto de Roterdã, na Holanda.

A Receita Federal apreendeu, na manhã desta segunda-feira (5), 500kg de cocaína em um contêiner carregado de frutas no porto de Natal. A carga iria seguir para a Europa. A droga estava em uma carga de limão, que tinha como destino o porto de Roterdã, na Holanda.

De acordo com a Receita Federal, a apreensão causou um prejuízo de aproximadamente R$ 15 milhões ao narcotráfico. “A apreensão é fruto do trabalho ininterrupto da aduana, com uso intensivo de tecnologia e de técnicas de análise e gerenciamento de risco”, disse o órgão. A droga foi encaminhada para a Polícia Federal, que é responsável pela investigação. Ninguém foi preso.

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), que administra o porto, afirmou por meio de nota que a apreensão aconteceu com auxílio do scanner de contêineres. Segundo a Companhia, a apreensão demonstraria que a intensificação das ações de vigilância na área portuária estão surtindo efeito.

Foto: Receita Federal/Cedida

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal