Terminal Pesqueiro de Natal será privatizado; lance mínimo é de R$ 516.682,35

Terminal Pesqueiro de Natal

Terminal Pesqueiro de Natal foi incluído por Bolsonaro no Programa Nacional de Desestatização e está em desuso por grandes empresas de pescado.

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto que inclui o Terminal Pesqueiro de Natal no Programa Nacional de Desestatização. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (6) e seguiu as orientações do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos. Com isso, além do terminal em Natal, os terminais de Vitória (ES), Manaus (AM), Cananeia (SP), Aracaju (SE), Belém (PA) e Santos (SP) também foram inclusos no Programa.

A previsão de investimento para o Terminal Pesqueiro localizado às margens do Rio Potengi é de R$ 8,1 milhões. O local tem uma capacidade anual de processamento de 5.260 toneladas de pescado, seja ele industrial ou artesanal, em sua maioria proveniente da carcinicultura e do atum; e a atividade prevê uma receita de R$ 9,4 milhões por ano.

O lance mínimo para arrematar o Terminal Pesqueiro de Natal é de R$ 516.682,35, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A pasta argumenta que o local está atualmente em desuso pelas empresas de pescado. O leilão ocorrerá ainda no segundo semestre deste ano, de acordo com o Relatório 01 – Estudo de Mercado, formulado pelo Ministério.

Foto: Alex Régis/Tribuna do Norte

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal