Samira Rodrigues violoncelista

Violoncelista Samira Rodrigues, de 19 anos, vai à final do Concurso Nacional Jovens Solistas; jovem é aluna da EMUFRN

A violoncelista Samira Rodrigues, aluna da Escola de Música da UFRN (EMUFRN), conseguiu o feito da avançar à final da etapa nacional do Concurso Jovens Solistas Aldo Parisot 2021. O concurso é organizado pela Orquestra Sinfônica da UFRN (OSRN) por meio do Movimento Sinfônico 2021. A trajetória de Samira Rodrigues até a final começou após a jovem vencer a etapa estadual e levar o primeiro lugar da categoria Júri Oficial.

Agora, a consagração da violoncelista precisa do respaldo do público, por meio de votação que ocorre no site oficial do evento. Para votar em Samira, é necessário logar com o Facebook e clicar no coração ao lado do vídeo da violoncelista. A votação já se encerra nesta quarta-feira, 28.

Samira tem 19 anos e está cursando o segundo ano da licenciatura em Música pela UFRN; além disso, também está concluindo o curso técnico em violoncelo. “Eu me sinto ansiosa, mas feliz, feliz demais por participar desse concurso ao lado de gente tão excelente tocando o mesmo instrumento que eu”, diz Samira. “Gostaria de dizer para os outros jovens como eu que não desistam, não desistam de tentar, errem, falhem mas retomem e prossigam, a gente acerta errando e, dia após dia, continuemos a persistir porque vale a pena, vale muito a pena”, continua.

Mas os esforços não param por aí. A jovem natalense garante que vai estudar mais para os próximos concurso, focando principalmente na etapa nacional. “Como venci na etapa estadual, automaticamente fiquei como finalista da etapa nacional. Então mais do que nunca preciso de muito apoio nesse momento, pois o público é maior e mais diversificado, por se tratar não só do estado, como do Brasil todo”, concluiu a jovem.

A importância da Escola de Música da UFRN para Samira é essencial. Segundo ela, “meus professores estão sempre me apoiando e me incentivando. A EMUFRN, que já faz parte da minha vida desde que iniciei no cello, tem me dado oportunidades e experiências novas, conhecer professores de outros países através das masterclasses que acontecem anualmente e que ajudam a ter mais conexões, mais experiências”, afirmou.

Foto: Reprodução/Cedida pela violoncelista Samira Rodrigues

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.