Coca zero? Cocaína no Ceará é tão adulterada que nem a perícia encontra princípio da droga nos testes - Por dentro do RN
Cocaína no Ceará

Coca zero? Cocaína no Ceará é tão adulterada que nem a perícia encontra princípio da droga nos testes

Perícia Forense do Estado do Ceará aponta que cocaína no Ceará é tão adulterada que passa por até três testes para ser identificada.

De acordo com os laudos da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), a cocaína traficada no estado é tão adulterada que os resultados dos testes, não raro, chegam a não reconhecer o princípio ativo da droga. Ainda segundo a Pefoce, os exames toxicológicos realizados, em amostras de drogas brutas, nos laboratórios da Perícia Forense ocorrem em diversas etapas.

Caso não seja possível detectar a presença do princípio ativo, no teste colorimétrico ou no teste de cromatografia em camada delgada, devido misturas adulterantes, essa mesma amostra passa pelo procedimento de cromatografia gasosa. O exame é mais detalhado e confirmatório, pois o equipamento é de alta tecnologia e consegue separar e identificar as substâncias contidas nas amostras periciadas, incluindo os adulterantes.

Cocaína no Ceará
Foto: Polícia Civil do Ceará/Reprodução

Por mês, o setor de toxicologia forense do laboratório produz uma média de 1.500 laudos de drogas brutas e 500 de amostras biológicas. Nessas análises, os peritos constatam a adulteração desses entorpecentes. Apesar do surgimento das drogas sintéticas, o maior número de laudos efetuados ainda são de maconha e cocaína.

Por meio dessas análises, a perícia encontra na cocaína que chega ao Ceará o bicarbonato de sódio, lidocaína, cafeína, amido, acetaminofeno e até lactose. No caso da cafeína, por exemplo, os traficantes tentam simular o efeito causado pela droga.

Coca zero? Cocaína no Ceará é tão adulterada que nem a perícia encontra princípio da droga nos testes
Foto: Jéssika Sisnando/Reprodução

A adulteração das substâncias é feita em laboratórios clandestinos, que introduzem substâncias sem que ocorram testes, o efeito dessa prática, que é feita sem base alguma de estudos científicos, é uma mistura que pode causar a morte, conforme os peritos. As substâncias adicionadas adulteram a droga de uma forma que há testes que sequer a substância da cocaína é encontrada.

Foto: Reprodução/Pefoce

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

1 comentário em “Coca zero? Cocaína no Ceará é tão adulterada que nem a perícia encontra princípio da droga nos testes”

  1. Ricardo Erick Rebêlo

    Aqui na cidade do lado, Balneário Camboriú, uma turista comprou uma cocaína “de brinquedo” e foi reclamar na polícia dos traficantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado