Temer diz que aceitou reunião com Bolsonaro para 'garantir a pacificação e tranquilidade' do Brasil

Temer diz que aceitou reunião com Bolsonaro para ‘garantir a pacificação e tranquilidade’ do Brasil

Na avaliação do ex-presidente Michel Temer, o país precisa de pacificação e tranquilidade para que possa enfrentar os problemas econômicos e retomar o crescimento. Segundo ele, foi esse entendimento que o motivou a atender as solicitações para tratar com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após a crise causada pelos discursos do presidente no dia 7 de setembro.

“O país está em um momento de muita preocupação. E o que fiz, a partir do telefonema dele [Jair Bolsonaro] e com outros contatos que mantive, foi para pacificar. Ou pelo menos pregar a pacificação do país, que não suporta mais essa brutal discordância que existe entre instituições, entre pessoas. Precisamos de certa tranquilidade”, afirmou Temer.

Na avaliação do ex-presidente, o teor da nota divulgada por Bolsonaro na quinta-feira, com uma mudança mudou no tom, afirmação de que vai cumprir as decisões judiciais e que não tem intenção de atacar o Supremo Tribunal Federal, teve um efeito positivo. “Acho que foi útil para pacificar as relações, especialmente, entre os Poderes. Até porque um dos tópicos principais foi sobre o ministro Alexandre de Moraes”, avaliou.


Foto: Alan Santos/PR

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.