IPEM/RN fiscaliza mais de três mil pisca-piscas e brinquedos vendidos no comércio de Natal e da Grande Natal - Por dentro do RN
IPEM/RN fiscaliza mais de três mil pisca-piscas e brinquedos vendidos no comércio de Natal e da Grande Natal

IPEM/RN fiscaliza mais de três mil pisca-piscas e brinquedos vendidos no comércio de Natal e da Grande Natal

É momento de enfeitar os ambientes e presentear as pessoas queridas e para que isso seja feito em segurança e sem problemas, o Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem/RN), órgão delegado do Inmetro, fiscaliza se as luminárias natalinas, brinquedos e bicicletas infantis vendidas no comércio atendem aos requisitos de segurança e qualidade estabelecidos nos regulamentos do Instituto.

A Operação Especial de Natal foi realizada em todo o Brasil, no período de 06 a 10 de dezembro, e no Rio Grande do Norte fiscalizou 3180 itens em mais de vinte estabelecimentos comerciais de Natal e Parnamirim. Foram encontradas 102 luminárias natalinas, brinquedos e bicicletas de uso infantil irregulares. Nesse caso, o estabelecimento comercial e o fabricante serão autuados e poderão sofrer multa. 

IPEM/RN fiscaliza mais de três mil pisca-piscas e brinquedos vendidos no comércio de Natal e da Grande Natal III
Foto: Divulgação/Ipem/RN

O consumidor também pode ficar atento no momento da compra e verificar quais as informações obrigatórias e os requisitos específicos para comercialização de luminárias natalinas, brinquedos e bicicletas infantis.

Confira as orientações do Inmetro e do Ipem/RN para pisca-piscas e brinquedos:

  • Nas luminárias natalinas, também conhecidas como pisca-piscas, é preciso ficar atento à existência do selo Inmetro nos plugues. Na embalagem também é necessária a existência, em português, de informações como: nome ou marca do fabricante/importador, a tensão a que se destinam em volt (V) e a potência máxima do conjunto em watt (W);

  • Brinquedos destinados a crianças de até 14 anos, por exemplo, são compulsoriamente certificados e por isso, devem conter o selo do Inmetro,  que garante que os itens foram avaliados em diversos itens de segurança como toxidade, inflamabilidade, se existem partes cortantes ou outro componente que ponha em risco a saúde da criança. A indicação da faixa etária a qual o produto se destina também é obrigatória;

  • Nas bicicletas infantis, além da presença obrigatória do selo do Inmetro, deve-se observar se a altura máxima do selim (assento) está entre 435 mm e 635 mm, que é a especificação para este tipo de produto. As etiquetas ou embalagens devem alertar de forma eficaz sobre os riscos decorrentes do seu uso e a forma de evitá-los. Os itens devem exibir, ainda, a resistência mecânica e a estabilidade, o sistema de freio e o informe “ATENÇÃO! Não utilizar na via pública sem a supervisão de um adulto”;

Caso encontre alguma irregularidade nos referentes as luminárias natalinas, brinquedos e bicicletas infantis registre sua denúncia na Ouvidoria do Ipem/RN pelo: 0800-281-4054 (ligação gratuita), [email protected] ou pelo WhatsApp (84) 3222.9079 e 98147-9433. Também é possível fazer denúncias e solicitações pelo portal Fala.Br (https://falabr.cgu.gov.br/).

Foto: Divulgação/Ipem-RN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado