Candidatos que desejem concorrer nas eleições de 2022 precisam estar filiados e desincompatibilizados até abril - Por dentro do RN
Candidatos que desejem concorrer nas eleições de 2022 precisam estar filiados e desincompatibilizados até abril

Candidatos que desejem concorrer nas eleições de 2022 precisam estar filiados e desincompatibilizados até abril

Milhões de brasileiros devem ir às urnas para a escolha de presidente, governadores, senadores e deputados federais, estaduais e distritais nas eleições que ocorrerão no mês de outubro. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o primeiro turno das eleições de 2022 será no dia 2 de outubro; e o segundo turno – caso nenhum dos candidatos a governo dos estados e a presidente alcance a maioria absoluta dos votos válidos (excluídos brancos e nulos) – em 30 de outubro.

As etapas, porém, já iniciaram. Desde o dia 1º de janeiro, as pesquisas eleitorais precisam ser devidamente registradas junto à Justiça Eleitoral. Além disso, os órgãos públicos têm limitadas as despesas com publicidade, e também há restrições quanto à distribuição gratuita de bens e valores aos cidadãos e cidadãs.

As convenções partidárias, quando as legendas oficializam a escolha dos seus candidatos, ocorrem entre os dias 20 de julho e 5 de agosto, e os registros de todas as candidaturas devem ser solicitadas até o dia 15 de agosto.

A campanha eleitoral com comícios, caminhadas, propagandas na internet e distribuição de material gráfico ocorrerá a partir de 16 de agosto. Já as propagandas do horário gratuito de rádio e televisão vão ocorrer entre os dias 26 de agosto e 29 de setembro.

Prazos para os candidatos

Para os parlamentares que desejem mudar de partido livremente, sem correr o risco de perder o mandato, a janela partidária ocorre entre os dias 3 de março e 1º de abril. Além disso, o dia 2 de abril, quando ficam faltando seis meses para a eleição, é a data limite para que todos os candidatos estejam devidamente filiados aos partidos pelos quais pretendem concorrer nas eleições de outubro.

Em 2 de abril também é o prazo para que os políticos que ocupam cargos majoritários – presidente, governadores e prefeitos – renunciem aos mandatos para concorrer a um cargo diferente do que já ocupam.

Prazo para o eleitor

O eleitor também deve ficar atento quanto ao prazo para emitir ou transferir o título de eleitor, que ocorre até o dia 4 de maio.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado Vulcão Cumbre Vieja em La Palma não dá sinais de abrandamento Cocaína no Ceará tem tudo, menos o princípio ativo da droga