Secretários estaduais e das prefeituras de Natal e Mossoró deixam cargos para concorrer nas eleições - Por dentro do RN
Secretários estaduais e das prefeituras de Natal e Mossoró deixam cargos para concorrer nas eleições

Secretários estaduais e das prefeituras de Natal e Mossoró deixam cargos para concorrer nas eleições

Secretários e chefes de órgãos públicos, tanto do Governo do Estado, quanto de prefeituras, foram exonerados entre os dias 1º e 2 de abril para garantir a desincompatibilização dos cargos públicos e poder se candidatar nas eleições de outubro. O prazo de desincompatibilização para que ministros, governadores, prefeitos e secretários dos poderes executivos terminou no sábado (2.abr.2022). Pela legislação eleitoral, eles precisam se afastar das funções a seis meses da eleição.

As mudanças geram uma reforma administrativa nas gestões – especialmente na gestão estadual, onde mais teve alterações. As exonerações e nomeações dos substitutos foram feitas em edições extras do Diário Oficial do Estado.

No estado, uma das mudanças ocorre com a saída do agora ex-secretário estadual de Metas de Governo e Gestão de Projetos, Fernando Mineiro, que será candidato a deputado federal nas eleições deste ano pelo PT. Em seu lugar, assume a pasta o secretário estadual de Infraestrutura, Gustavo Rosado Coelho.

O controlador-geral do estado, Pedro Lopes, também saiu do cargo, sendo substituído por Carlos José Cerveira, que já atuava no órgão como auditor-geral. Pedro vai concorrer a uma vaga de deputado estadual pelo PT.

Também houve mudança na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, com a saída de Jaime Calado, que será candidato a deputado federal pelo Republicanos. Quem assumiu o cargo de secretário titular foi Silvio Torquato Fernandes, que era adjunto da pasta.

A vereadora licenciada de Natal, Júlia Arruda, que era secretária de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, também deixou a gestão estadual. Ela será candidata a deputada estadual pelo PCdoB, e foi substituída por Maria Luiza Quaresma Tonelli, que até então estava como adjunta da Secretaria Estadual de Trabalho, Habitação e Assistência Social.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) também deixou o cargo. Maques será candidato nas eleições de 2022, mas ainda não definiu se a deputado estadual ou federal. Seu substituto ainda não foi definido. O presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte (Fapern) Gilton Sampaio também deixou o cargo, sendo substituído por Lilian de Oliveira Rodrigues.

Samanda Alves, do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda, que concorrerá a uma vaga de deputada federal pelo PT, também deixou o cargo. Além dela, também foi registrada a saída da presidente da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN), Márcia Maia, que também tentará uma vaga de deputada federal pelo Republicanos.

No caso de Márcia Maia, a exoneração dela não foi publicada no Diário Oficial, porque a agência é uma empresa de economia mista. A saída foi oficializada por meio de uma carta de renúncia. O cargo que Márcia disputará em outubro já foi ocupado por sua mãe, a falecida ex-governadora Wilma de Faria, como deputada-constituinte entre 1987 e 1988, quando se elegeu prefeita de Natal pela primeira vez.

Mudanças também ocorrem em Natal e Mossoró

Em Natal, o prefeito Álvaro Dias (PSDB) também realizou alterações no secretariado. Uma das saídas é a do seu próprio filho, Adjuto Dias, que ocupava o cargo de secretário municipal de Trabalho e Assistência Social. Adjuto concorrerá a uma vaga de deputado estadual nas eleições de outubro. Em seu lugar, quem assumiu a pasta foi Ana Valda Teixeira de Vasconcelos Galvão, que era adjunta.

Além de Adjuto, a delegada aposentada, Sheila Freitas, também deixou a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social. Ela também é candidata a deputada estadual. Em seu lugar, a pasta passa a ser de responsabilida de Ney Fagner Carvalho de Melo, que até então era chefe de gabinete na secretaria.

A secretária municipal da Igualdade Racial, Direitos Humanos, Diversidade, Pessoas Idosas e Pessoas com Deficiência, Yara Costa, também deixou o cargo. Em seu lugar, assumiu Pedro Henrique Venâncio do Nascimento.

Já no segundo maior município do Estado, Mossoró, o engenheiro Brenno Queiroga deixou a Secretaria Municipal de Relações Institucionais e Programas de Governo. Ele será candidato a governador pelo Solidariedade. A exoneração foi assinada pelo prefeito Allyson Bezerra.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Ilustração

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado