Unidade de saúde de Natal registra confusão com pacientes diabéticos após desabastecimento de insulina - Por dentro do RN
Unidade de saúde de Natal registra confusão com pacientes diabéticos após desabastecimento de insulina

Unidade de saúde de Natal registra confusão com pacientes diabéticos após desabastecimento de insulina

Com o feriadão de Páscoa nesta semana, em Natal, pacientes com diabetes se aglomeraram na unidade do ProSUS para receber o medicamento para a doença nesta terça-feira (12) e, ao chegarem ao local, descobriram que houve o desabastecimento de insulina. A guarda municipal foi acionada ao local.

A convocação foi feita pela própria unidade de saúde, que enviou mensagens os pacientes agendados para os próximos dias para antecipar a busca da insulina. Apesar disso, o medicamento houve o desabastecimento de insulina por volta das 8h30, antes que muitos usuários conseguissem ter acesso. Uma idosa que estava na fila passou mal.

Os pacientes também reclamaram que pessoas teriam furado a fila. As pessoas que chegaram à unidade antes da abertura tinha criado fichas com folhas de cadernos, que foram substituídas depois por fichas distribuídas pelos servidores. “É uma falta de respeito com quem está aqui. Passou gente jovem na frente de idoso, está todo mundo aqui de testemunha. A gente chegou aqui logo cedo, veio se humilhar por um direito que é nosso. Isso é uma falta de respeito com o povo, com quem está com uma doença que mata. Um dia sem insulina é cinco dia a menos de vida. Estou com problema de visão, estou com nódulo na mama, e nada disso é respeitado”, afirmou uma das usuárias.

Segundo a equipe da unidade, 400 insulinas foram distribuídas, mas os servidores não souberam precisar quantos pacientes foram contemplados porque alguns recebem de três a oito unidades para passar o mês. Muitos voltaram para casa sem receber a insulina.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Natal confirmou que as insulinas acabaram e disse que já contactou o fornecedor e aguarda a chegada de outro tipo de insulina na unidade. “O motivo da falta também se dá em virtude do aumento na demanda pelos fármacos durante a pandemia, uma vez que as indústrias farmacêuticas não estão conseguindo manter o medicamento a pronta-entrega conforme demanda. A SMS espera normalizar o estoque ainda em abril”, disse.

“A respeito dos usuários acusarem os servidores de beneficiar pessoas na fila de espera dos medicamentos, a SMS/Natal desconhece essa prática e adota o sistema de dispensação através de fichas conforme ordem de chegada dos usuários no ProSUS”.

Do Portal G1 RN
Foto: Cedida

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado