Lula diz que, se eleito, irá derrubar sigilos impostos por Bolsonaro: 'temos de desvendar as mentiras, obviamente' - Por dentro do RN
Lula diz que, se eleito, irá derrubar sigilos impostos por Bolsonaro: 'temos de desvendar as mentiras, obviamente'

Lula diz que, se eleito, irá derrubar sigilos impostos por Bolsonaro: ‘temos de desvendar as mentiras, obviamente’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sinalizou nesta 3ª feira (26.abr.2022) que poderá derrubar sigilos impostos pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) a episódios de seu governo caso venha a ser eleito chefe do Executivo.

“Faça um levantamento das denúncias contra ele [Bolsonaro] e veja que nenhuma foi apurada. No nosso governo, tinha a lei da transparência, que permitia que as pessoas soubessem das coisas. Agora não se sabe sobre mais nada. Falou mal do filho? Sigilo por 100 anos. Falou mal do Pazuello? Sigilo por 100 anos. Como vai esconder mentira por 100 anos? Nós vamos ter que desvendar essas mentiras, obviamente”, disse Lula.

Em entrevista a representantes de veículos de mídia digitais e youtubers simpáticos à ideologia de esquerda, ao PT ou ao petista, Lula também argumentou ser preciso escolher deputados aliados a quem o eleitor votar para a Presidência para que um novo governo possa aprovar reformas necessárias.

“Não adianta votar em presidente se não votar em uma quantidade de deputados que pensa igual ideologicamente ao presidente para fazer as mudanças necessárias”, disse. O petista, então, afirmou que Bolsonaro é um presidente “rastejante” e sem força diante do atual Congresso porque não domina a execução do orçamento.

“Quem executa é o presidente da Câmara, o presidente do Senado. E ele vive de favor, fazendo seus decretos-lei, fazendo indulto fora de hora, transformando qualquer coisinha que os filhos façam em sigilo de 100 anos”, disse. Ao citar a questão do sigilo, Lula disse então: “vamos dar um jeito nisso, se preparem, vamos dar um jeito”.

O petista, no entanto, não explicou o que pretende fazer exatamente para derrubar sigilos de Bolsonaro. Esta foi também a 1ª vez que Lula mencionou o perdão dado por Bolsonaro ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a 8 anos e 9 meses de prisão, em regime inicial fechado, por declarações ameaçadoras contra ministros da Corte.

Após a fala, o ex-presidente retomou a argumentação de que é preciso eleger uma bancada de esquerda forte para a próxima legislatura para que, caso seja eleito novamente, ele tenha uma ampla base de sustentação do seu eventual novo governo. “É preciso convencer o povo de que não dá para continuar colocando a raposa para cuidar o galinheiro”, disse.

Com informações do Portal Poder 360
Foto: Ilustração/Ricardo Stuckert

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado