Comércio de Natal espera aumentar vendas no Dia Livre de Impostos; 200 lojas devem participar da ação - Por dentro do RN
Comércio de Natal espera aumentar vendas no Dia Livre de Impostos; 200 lojas devem participar da ação

Comércio de Natal espera aumentar vendas no Dia Livre de Impostos; 200 lojas devem participar da ação

Nesta quinta-feira, 2 de junho, os natalenses poderão adquirir produtos com até 70% de desconto, graças ao Dia Livre de Impostos (DLI), promovido pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem) de todo Brasil. Na ação, produtos de tecnologia, roupas, gasolina e diversos outros itens serão comercializados sem o valor dos impostos. E para o comércio, a expectativa é de bons negócios. No grupo Rio Center, a estimativa é a de repetir o bom desempenho do ano passado, quando as vendas aumentaram em 800% durante o DLI.

O incremento está entre os 10 maiores faturamentos da história da ação em um único dia. Segundo Bruno Alcides, diretor executivo da Rio Center, a intenção é mostrar à população qual o impacto que a carga tributária tem sobre produtos e serviços. “Se nós pensarmos apenas na carga que incide diretamente no nosso tipo de produto, estaremos falando de 27,25%, somente do ICMS, PIS e Cofins, sem considerar toda a carga que vem da indústria. Se somarmos todos os impostos, teremos um percentual maior ainda”, afirma.

Para Alcides, experiências como a do ano passado demonstram que a redução da carga tributária contribui para o aumento das vendas sem que haja impactos na arrecadação do Governo. “O fomento ao DLI é para mostrar ao governo que a diminuição do imposto não irá gerar queda na arrecadação, porque as vendas serão tão maiores que recuperam essa arrecadação”, avalia.

“Com isso, a economia fica muito mais forte, com uma circulação de produtos bem maior, assim como um volume de empregos melhor. Nós entendemos que o imposto caindo 50%, não geraria impacto nenhum na economia, pelo contrário”, detalha Bruno Alcides. O diretor executivo da Rio Center afirma que a função do DLI, portanto, é chamar a atenção do Governo para a necessidade de uma reforma tributária.

“Além de conscientizar a população para que ela entenda os custos que estão atrelados a um produto, a ação do Dia Livre de Impostos quer indicar aos governos que a economia pode ser mais forte com uma carga tributária menor. E para que isso, de fato, se efetive, é necessário que a reforma tributária tão esperada há muitos anos, saia. A gente ainda não vê um norte para a reforma. Ela foi promessa de todos os últimos governos, mas ninguém conseguiu levá-la adiante”, afirma.

Cerca de 200 empresas devem participar

No ano passado, diversos shoppings em todo o País e mais de 15 mil varejistas participaram do Dia Livre de Impostos (DLI). O impacto em mídias espontâneas foi medido em R$ 12,1 milhões. Em 2022, a expectativa da CDL Jovem Natal é que aproximadamente 200 empresas façam parte do Dia Livre de Impostos em Natal.

O DLI é uma ação de conscientização das Câmaras de Dirigentes Lojistas Jovem de todo Brasil que compõe o sistema CNDL e com participação da sociedade contra as altas cargas tributárias e o baixo retorno dos impostos arrecadados em saúde, educação, transporte e segurança para população.

Os descontos chegam a 70% e correspondem aos impostos que incidem sobre as mercadorias. Os lojistas participantes arcam com os custos e abrem mão de margens de lucro para evidenciar o peso dos impostos para os compradores. O objetivo da ação é chamar atenção da sociedade e conscientizar lojistas e consumidores sobre o impacto da carga tributária nos preços dos produtos.

“O projeto DLI, que é liderado pela CDL Jovem local e nacional, busca tirar de cima do empresário a responsabilidade por preços altos de produtos e serviços e destacar que há uma elevada carga tributária envolvida. Com isso, buscamos trazer a população como um todo para somar forças e se engajar na busca por um sistema tributário mais justo. Um comércio pujante representa uma cidade pujante. O imposto não pode ser uma barreira para o desenvolvimento, mas sim, um aliado”, explica o presidente da CDL Jovem de Natal, Saulo Medeiros.

Com informações da Tribuna do Norte
Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado