Condenado por homicídio, ocultação de cadáver e sequestro, goleiro Bruno declara voto em Bolsonaro

Condenado por homicídio, ocultação de cadáver e sequestro, goleiro Bruno declara voto em Bolsonaro

O goleiro Bruno Souza, condenado pela morte da namorada Eliza Samudio em 2010, afirmou nessa sexta-feira (7.out.2022) que votará no candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL). O presidente concorre no segundo turno, que acontecerá em 30 de outubro. Segundo ele, Bolsonaro está fazendo um “bom trabalho” em sua atual gestão.

“Hoje me perguntaram se eu sou 13 ou se eu sou 22. Eu, pessoal, eu sou a favor de um país justo, que seja um país honesto. E eu coloco é na balança aquilo que foi feito durante todo esse tempo aí, e eu sei que o 22 está fazendo um bom trabalho, no meu modo de pensar, minha opinião. Então é isso, e ponto final”, justifica.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o ex-presidiário alega que uma “pessoa condenada” querer voltar a liderar um país é “uma hipocrisia”, se referindo ao ex-presidente Lula.

“Mas eu acho que é um país da hipocrisia tão grande, um jogo de interesse tão grande, porque uma pessoa que foi condenada, ela quer voltar a liderar um país. Ela perdeu em todas as instâncias e volta a liderar o país, e não cumpriu a pena, e não foi inocentada”, continua.

O goleiro Bruno foi condenado no ano de 2013 a 22 anos de prisão pelo assassinato, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado de Eliza Samudio. O crime aconteceu em 2010. Bruno teve a pena reduzida para 20 anos e nove meses. Em 2019, ele teve direito ao regime semiaberto domiciliar e atualmente cumpre a pena em liberdade.

Com informações do Metrópoles
Foto: Reprodução/Instagram

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal