RN recebe mais de 1.000 policiais para reforçar combate a atos criminosos; redução dos ataques é de 85%

RN recebe mais de 1.000 policiais para reforçar combate a atos criminosos; redução dos ataques é de 85%

Agentes da segurança estão em território potiguar ajudando as forças de segurança do estado e dos municípios

A violência e os atos criminosos no Rio Grande do Norte estão diminuindo, graças à ação cada vez mais forte e à intensificação do patrulhamento nas ruas da capital, na região metropolitana e também no interior. Mais de 1.000 policiais – homens e mulheres da Força Nacional, de estados vizinhos, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Penal Federal – estão em território potiguar ajudando as forças de segurança do estado e dos municípios.

Atualmente, todo o efetivo da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Penal, Corpo de Bombeiros e Instituto Técnico-Científico de Perícia está empregado no trabalho ostensivo, preventivo, de investigação e perícia. “Nossa missão é devolver a tranquilidade e a paz ao povo potiguar. Não recuaremos. Avançaremos“, afirma o secretário da Segurança Pública e da Defesa Social, coronel Araújo Silva.

As forças de segurança pública que atuam no RN somam mais de 10 mil homens e mulheres. Com o reforço enviado pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria Nacional da Segurança Pública (SENASP), além da colaboração e apoio dos estados do Ceará, Paraíba e Pará, o Rio Grande do Norte conta com um efetivo superior a 11 mil agentes da segurança pública aptos a combater a criminalidade.

Aeronaves

É importante destacar, além do reforço no efetivo humano e viaturas, o apoio de quatro helicópteros, que somados ao Potiguar 01 (aeronave da SESED-RN), que também foram enviados para auxiliar no patrulhamento.

Para somar esforços às operações na capital e na Grande Natal, estão realizando voos diários helicópteros das Secretarias de Segurança Pública do Ceará e Paraíba, da Polícia Rodoviária Federal e o próprio Potiguar 01. Para Mossoró e região Oeste, a PRF também disponibilizou um helicóptero, totalizando cinco aeronaves em atividade policial no Rio Grande do Norte.

Redução da criminalidade

Os atos criminosos no Rio Grande do Norte começaram na madrugada da última terça-feira (14). Ao longo daquele dia, foram 104 registros, entre atos tentados e consumados. Já ao final deste sábado (18), foram contabilizados 15 crimes, o que representa uma queda de 85,5%. Após cinco dias, o RN contabiliza 273 atos criminosos, somando casos tentados e consumados. Os dados são computados e consolidados pelo Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional – Nordeste e pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE) da SESED/RN.

Prisões

Desde terça-feira (14), 117 suspeitos de participação nos atos criminosos foram presos pelas forças de segurança pública do Rio Grande do Norte, incluindo 18 presos na Operação Normandia, realizada na sexta-feira (17). Entre as apreensões foram 34 armas de fogo, 98 artefatos explosivos, 26 galões de combustíveis, motos e carros, dinheiro, drogas, munições e produtos de furto.

Foto: Elisa Elsie

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Assine nossa Newsletter

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal