DNA confirma sangue em sapato de suspeito de ter matado Fabiana Veras

DNA confirma sangue em sapato de suspeito de ter matado Fabiana Veras

Análises periciais detalham evidências contra suspeito no assassinato da psicóloga

O sangue encontrado na sola do sapato de João Batista de Carvalho Neto pertence à psicóloga Fabiana Maia Veras, conforme resultado de exame de DNA realizado pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep). O laudo, divulgado na quinta-feira (20.jun.2024), confirma que o perfil genético nas amostras de sangue coletadas do calçado é 100% compatível com Fabiana.

A conclusão do laudo ressalta que “o perfil genético unitário encontrado nas amostras questionadas é oriundo de um indivíduo do sexo feminino”, reforçando as evidências contrao suspeito. Em maio, outra perícia do Itep já havia confirmado que uma pegada encontrada na cena do crime em Assú, no dia 23 de abril, pertencia a ele. Além disso, foram identificadas 18 lesões no corpo de Fabiana, causadas por ações contundentes e perfurocortantes na cabeça, pescoço e tronco.

Andamento do caso

Um mês após a morte de Fabiana, a Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou o suspeito por homicídio triplamente qualificado. O ex-servidor público foi preso em flagrante no dia 24 de abril, em Natal, e permanece custodiado na Cadeia Pública de Caraúbas. As evidências periciais, incluindo as lesões e o sangue no sapato, têm sido cruciais para o andamento do caso e para o indiciamento do suspeito.

Foto: Reprodução

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal