Tag Medalha de ouro - Por dentro do RN

Medalha de ouro

Domingo foi dia de mais dois Ouros e um Bronze da natação nas Paralimpíadas de Tóquio

Domingo foi dia de mais dois Ouros e um Bronze da natação nas Paralimpíadas de Tóquio

A natação brasileira continua rendendo medalhas de ouro para o Brasil nas Paralimpíadas de Tóquio. Na madrugada desde domingo (29), no horário de Brasília, foi a vez de Carol Santiago e Gabriel Araújo. Carol venceu a prova dos 50m livre, na classe S13 e, de quebra, bateu o recorde paralímpico, com 26s82. “Quando terminei a prova, soube que tinha ganhado porque ouvi o pessoal gritando o meu nome. Agradeço a todos pela torcida e pelos brasileiros que têm chorado e dado risadas com a gente”, disse a nadadora.

Já Gabriel venceu os 200m livre da classe S2, com o tempo de 4min06s52. Ele fez uma prova muito forte, chegando com sobras na frente do segundo colocado e garantindo o lugar mais alto no pódio.

“Espero que esse seja o primeiro [ouro] de muitos outros. Era isso que eu queria. Foi para isso que eu vim para as Paralimpiadas de Tóquio. Consegui baixar o meu tempo, fiz o novo recorde das Américas. Treinamos forte, estava tudo controlado, eu sabia o que fazer e o resultado veio. Não existe emoção maior”, disse Gabriel. Essa foi a segunda medalha de Gabriel Geraldo em Tóquio. Ele foi o primeiro medalhista do Brasil nesta edição dos Jogos Paralímpicos de Tóquio ao faturar a prata dos 100m costas, na classe S2.

O Brasil também subiu no pódio com Beatriz Carneiro nos 100 metros peito S14. Beatriz fez o tempo de 1min17s63.

Com informações do Comitê Paralímpico do Brasil

Foto: Reprodução/Lisi Niesner

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Ítalo Ferreira cidadão natalense

Projeto que concede título de cidadão natalense a Italo Ferreira é aprovado; autoria foi da vereadora Camila Araújo

Foi aprovado nesta segunda-feira (9) pela Comissão de Justiça da Câmara Municipal de Natal (CMN) o Projeto de Decreto Legislativo, apresentado pela vereadora Camila Araújo (PSD), que concede o Título de Cidadão Natalense ao surfista potiguar Ítalo Ferreira, medalhista de ouro nas Olimpíadas de Tóquio. Ítalo é natural de Baía Formosa e se destacou nos jogos olímpicos deste ano.

“Trata-se de um atleta que levou o Rio Grande do Norte e o Brasil para o lugar mais alto do pódio olímpico, que possui uma história de luta, determinação e superação. Com certeza, é merecedor da homenagem do Legislativo natalense, do título de cidadão natalense”, considerou a vereadora Camila Araújo, autora do projeto.

No último dia 27 de julho de 2021, aos 27 anos de idade, Ítalo conquistou a primeira medalha de ouro do Brasil nas Olimpíadas 2020, em Tóquio. O surfe estreou como esporte olímpico nesta edição.

Foto: Francisco de Assis/CMN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Seleção Olímpica

Seleção olímpica brasileira é bicampeã após bater a Espanha por 2 a 1 no estádio do penta

No estádio do pentacampeonato mundial, o Brasil se sagrou bicampeão olímpico. A seleção olímpica brasileira derrotou a Espanha por 2 a 1 na manhã deste sábado (7) e conquistou a medalha de ouro dos Jogos de Tóquio.

A partida foi disputada no Estádio Internacional de Yokohama, onde Ronaldo fez dois gols contra a Alemanha em 2002 para dar ao Brasil seu quinto título de Copa do Mundo. Os gols da final olímpica foram marcados por Matheus Cunha e Oyarzabal, no tempo normal, e de Malcom, na prorrogação, gol que garantiu a conquista brasileira.

A vitória da seleção olímpica representa a sétima medalha de ouro obtida pelo país nas Olimpíadas e a terceira conquistada no mesmo dia. Também neste sábado (pelo horário do Japão), Isaquias Queiroz venceu na canoagem e Hebert Conceição fez o mesmo no boxe.

O resultado da seleção representa uma hegemonia no futebol masculino olímpico. Na Rio-2016, a equipe também havia sido ouro ao passar pela Alemanha na final. Era o fim de um trauma porque, até então, o Brasil havia colecionado eliminações traumáticas e três derrotas no jogo de definição do ouro.

Dentro de sua escola de futebol das últimas décadas, a Espanha tentou ter mais a posse de bola do que o adversário. Depois de 15 minutos, tinha 62%. Mas não sabia muito bem o que fazer com ela.

A única chance criada pela seleção europeia foi em jogada que Oyarzabal desviou de cabeça e, após dividida, Diego Carlos salvou em cima da linha. Aos poucos, a equipe de André Jardine, que se irritou com o árbitro Chris Beath, da Austrália, por acreditar que ele deixava os espanhóis “apitarem o jogo”, tomou conta da decisão.

Os lançamentos longos para explorar a velocidade de Richarlison não deram certo, então o Brasil começou a trocar passes com maior velocidade e rondou a área do rival. Teve problemas para criar grandes oportunidades, pelo menos até os acréscimos do primeiro tempo, mas também não foi mais ameaçado.

Artilheiro das Olimpíadas, Richarlison fez cinco gols na fase de grupos. A fonte parece ter secado no mata-mata. Beath tentou ajudar ao marcar, com a ajuda do VAR, um duvidoso pênalti cometido pelo goleiro Unai Simón. O atacante do Everton (ING) cobrou e mandou por cima.

Criticado em alguns momentos por perder oportunidades demais durante a competição, Matheus Cunha foi quem tirou Richarlison do sufoco. Uma inversão de papéis em relação ao que aconteceu na fase inicial. O jogador do Hertha Berlim abriu o placar aos 47, em lance que os zagueiros da Espanha apenas o observaram dominar na área e finalizar para o gol.

Com contratura na coxa, Cunha não atuou na semifinal diante do México, na última terça-feira (3), e voltou a ficar à disposição para a final. Tratou-se em três períodos todos os dias desde então para poder atuar na partida que valeria a medalha de ouro.

O técnico Luis de la Fuente Castillo fez duas substituições no intervalo que fizeram a Espanha equilibrar o confronto. As entradas dos meias Soler e Bryan Gil deram mais força ofensiva à equipe, que empurrou o Brasil para trás. O empate chegou aos 14, quando Soler cruzou para Oyarzabal completar de primeira.

Quando isso aconteceu, a partida poderia já estar definida. Richarlison teve grande chance para fazer o 2 a 0, mas a bola, após desviar no goleiro Simon, bateu no travessão. Foi o erro que mudou o segundo tempo porque, a partir dali, a Espanha não apenas empatou, como acertou duas bolas no travessão com Bryan Gil.

Ao final dos 90 minutos, não era difícil apostar que a seleção olímpica teria superioridade física contra o rival. Havia jogado prorrogação apenas na semi, diante do México. A Espanha também havia passado para a decisão precisando de 120 minutos, mas contra o Japão. Havia feito o mesmo nas quartas de final, ao passar pela Costa do Marfim.

O desgaste espanhol e a entrada de Malcolm no lugar de Matheus Cunha deu aos sul-americanos uma velocidade que havia sido perdida durante o tempo regulamentar.

Com informações da Folha de São Paulo

Foto: Comitê Olímpico Brasileiro

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Wander Roberto Hebert Conceição

Após perder os dois primeiros assaltos, Hebert Conceição nocauteia ucraniano e é ouro no boxe

O brasileiro Hebert Conceição conseguiu uma medalha de ouro na madrugada deste sábado, 7, ao nocautear o ucraniano Oleksandr Khyzniak pelo peso-médio masculino (até 75 quilos) do boxe nos Jogos de Tóquio. O ucraniano foi mais incisivo nos dois primeiros rounds, mas o atleta baiano de 23 anos chegou a vitória com um cruzado de esquerda que derrubou o atual bicampeão europeu, sagrando-se campeão da modalidade nas Olimpíadas de Tóquio.

A medalha de Hebert Conceição, somada ao bronze de Abner Teixeira no peso pesado (até 91 kg) e à medalha já garantida de Beatriz Ferreira, que disputa sua final no domingo, significam muito para o boxe nacional. Já é o melhor desempenho do país na modalidade na história. Em Londres há nove anos, também foram três medalhas, mas com apenas uma final: a prata do “pizzaiolo” Esquiva Falcão. No Rio de Janeiro, apenas Robson Conceição chegou até a última luta.

Hebert Conceição II
Foto: Reprodução/Wander Roberto/COB

A medalha no boxe também é a 18ª medalha do Brasil no quadro em Tóquio. O país agora tem seis ouros (Ítalo Ferreira no surfe, Rebeca Andrade na ginástica, Martine e Kahena na vela, Ana Marcela na maratona aquática, Isaquias Queiroz na canoagem e agora Hebert Conceição), quatro pratas (Kelvin Hoefler, Rayssa Leal e Pedro Barros no skate e Rebeca Andrade na ginástica) e oito bronzes (Bruno Fratus e Fernando Sheffer na natação, Daniel Cargnin e Mayra Aguiar no judô, a dupla Pigossi-Stefani no tênis, Abner Teixeira no boxe, Alison dos Santos e Thiago Braz no atletismo).

E há algo que o quadro não mostra: são mais três pódios já garantidos – um no boxe (Beatriz Ferreira), um no futebol masculino e outro no vôlei feminino. O número de 22 medalhas já é um recorde para o Brasil em Olimpíadas, superando as 19 do Rio de Janeiro.

Foto: Reprodução/SporTV

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Ana Marcela Cunha

Ana Marcela Cunha conquista medalha de ouro na maratona aquática em Tóquio

A brasileira Ana Marcela Cunha ganhou medalha ouro na manhã desta quarta-feira em Tóquio (noite de terça pelo horário do Brasil) nos 10km no Odaiba Marine Park com o tempo de 1h59min30s08. A atleta de 29 anos é a responsável pela quarta medalha de ouro para o Brasil nos jogos olímpicos de Tóquio.

Na competição, a holandesa Sharon van Rouwendaal levou a medalha de prata. Já o bronze ficou com a australiana Kareena Lee.

Ana Marcela Cunha nasceu em Salvador, na Bahia, e tem ao todo 11 medalhas em Campeonatos Mundiais de Esportes Aquáticos, das quais são cinco de ouro. Além disso, a atleta foi eleita a melhor maratonista aquática do mundo em seis temporadas.

Foto: Jonne Roriz/COB

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Instituto Ítalo Ferreira

Instituto Ítalo Ferreira é apoiado pelo Governo do RN e oferecerá aulas de surf e idiomas em Baía Formosa

O Governo do Estado apoia a instalação do Instituto Ítalo Ferreira, iniciativa do surfista Norte-rio-grandense medalha de ouro na Olimpíada de Tóquio. Nesta terça-feira (03) a governadora Fátima Bezerra recebeu o pai de Ítalo, Luiz Ferreira, para apresentação do projeto que tem a finalidade de contar a trajetória do esportista e atender crianças e jovens carentes com potencial para a prática do esporte.

“Esta iniciativa merece todo o nosso respeito e apoio. Como o próprio Ítalo disse, ele quer dar aos jovens de Baía Formosa a oportunidade que não tiveram quando criança devido às dificuldades financeiras que a família tinha. O nosso governo é de origem popular, está recuperando a capacidade financeira e investindo para o desenvolvimento econômico e social“, afirmou Fátima Bezerra.

Instituto Ítalo Ferreira sairá do papel
Foto: Sandro Menezes/Assecom

O Instituto já tem local definido e projeto arquitetônico pronto. Segundo Luiz Ferreira, as obras físicas devem estar concluídas em fevereiro de 2022. Além de expor as premiações conquistadas por Ítalo, 70 jovens serão selecionados na rede escolar para participar da escolinha de surf. Além de aulas no mar, serão oferecidas aulas de inglês e francês e alimentação. Também vai funcionar como local de visitação e contemplação, já que as instalações contarão com um mirante com 15 metros de altitude.

“O protagonismo de Ítalo mudou a realidade de Baía Formosa. Muitas pessoas passam a procurar o local, isso amplia o turismo e, por consequência, a atividade econômica”, ressaltou a governadora, professora Fátima Bezerra. Ela informou a Luiz Ferreira que o Governo já estuda melhorias na segurança pública – busca parceria com a prefeitura para doação de terreno para reestruturar a delegacia – e maior efetivo policial. Outra medida será a inscrição no programa Nota Potiguar, que dará opção ao contribuinte de escolher o Instituto para ser beneficiado com parte do ICMS ao pedir a nota fiscal em suas compras.

Instituto Ítalo Ferreira em Baía Formosa
Foto: Sandro Menezes/Assecom

Também na área da educação, o Governo do Rio Grande do Norte pretende firmar parcerias. Hoje a Secretaria Estadual da Educação, da Cultura e do Desporto (Seec) tem o programa Litoral Esportivo que promove competições de surf, estimulando a prática do esporte como ocupação saudável para a juventude.

Através da Fundação José Augusto (FJA), o Governo do RN vai incluir, dentro do projeto de homenagem a personalidades potiguares, a construção de uma escultura de Ítalo para ser instalada em Baía Formosa. No momento da audiência, a governadora ligou para Guaraci Gabriel e fez a proposta da construção da escultura que foi aceita de imediato.

Ao lado da governadora, na audiência concedida ao pai de Ítalo Ferreira, o vice-governador Antenor Roberto enfatizou que o Instituto e as ações estaduais vão ampliar a oferta de atrações para visitação. “Baía Formosa terá mais valor agregado e opções para o turismo que ganha nova perspectiva após a vitória de Ítalo”, pontuou Antenor.

A governadora recebeu Luiz Ferreira acompanhada também dos secretários de Estado do Turismo, Ana Maria Costa; da Tributação, Carlos Eduardo Xavier; da Segurança Pública e da Defesa Social, Francisco Araújo; da adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista; da subsecretária do GAC, Laísa Costa; da adjunta da Educação, Márcia Gurgel; do subsecretário de Esporte e Lazer, Canindé França, e do coordenador de Esporte da Seec, Cézar Nunes. Luiz Ferreira compareceu acompanhado do vereador Robson Nobre, suplente do vereador Alcides Ferreira, e do ex-vereador Ernandes Ferreira.

Foto: Sandro Menezes/Assecom-RN

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Italo Ferreira faz tatuagens

Ítalo Ferreira faz tatuagens para eternizar a conquista olímpica para o Brasil e para o RN

O surfista potiguar e agora medalhista olímpico Ítalo Ferreira, de Baía Formosa, fez novas tatuagens em seu corpo para registrar a conquista da medalha de ouro nas Olimpíadas 2021. O atleta ganhou a medalha na última semana e fez as novas tatuagens neste sábado (31), em referência aos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Em uma das tatuagens, Ítalo escreveu a palavra “Gold”, que significa “ouro”, fazendo alusão à medalha conquistada. A nova marca foi feita na região pouco acima do seu peitoral.

Foto: Reprodução/SporTV

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Ítalo Ferreira

Potiguar Ítalo Ferreira conquista medalha de ouro no surfe

O brasileiro Ítalo Ferreira tirou onda, ou melhor, dominou as ondas na Praia de Tsurigasaki, onde ocorreram as disputas do surfe na Olimpíada de Tóquio (Japão). O potiguar conquistou na madrugada desta terça-feira (27) a primeira medalha de ouro do surfe, modalidade estreante nos Jogos Olímpicos. Atual campeão mundial, Ítalo dominou a final contra o japonês Kanoa Igarashi, vencendo por 15.14 a 6.6. A medalha de bronze ficou com o australiano Owen Wright, que venceu o brasileiro Gabriel Medina por 11.97 a 11.77 na disputa pelo pódio.

Moradores de Baía Formosa (RN), cidade natal do campeão, comemoraram o primeiro ouro para o país em Tóquio.

Na estreia da competição, Ítalo liderou a primeira bateria, com o somatório de pontos de 13.67. Com esta pontuação, ele ficou à frente do japonês Hiroto Ohhara (11.40), do italiano Leonardo Fioravanti (9.43) e do argentino Lele Usuna (8.27).

Classificado para as oitavas de final, o brasileiro derrotou o neozelandês Billy Stairmand por 14.54 a 9.67. Nas quartas, ele voltou a encarar o japonês Hiroto Ohhara, que esteve presente na bateria inicial. Ítalo mais uma vez levou vantagem, e derrotou o oponente por 16.3 a 11.9.

Com informações da Agência Brasil

Foto: Jonne Roriz/COB/Direitos reservados

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado