Homem é preso em Nísia Floresta por manter a filha em cárcere privado por sete anos - Por dentro do RN
Homem é preso em Nísia Floresta por manter a filha em cárcere privado por sete anos

Homem é preso em Nísia Floresta por manter a filha em cárcere privado por sete anos

Um homem foi preso na manhã da terça-feira (29.mar.2022) na praia de Búzios, em Nísia Floresta, na Região Metropolitana de Natal, suspeito de de praticar violência doméstica e psicológica contra sua esposa, além de manter sua filha de 18 anos em cárcere privado por sete anos. A identidade do suspeito não foi revelada.

A Polícia Civil (PC) informou que a jovem estava estava há sete anos sem estudar e, nos últimos dois anos, ela só poderia se deslocar pela casa da cozinha para o seu quarto. O suspeito não permitia nem mesmo que a filha fosse ao terraço da própria casa.

De acordo com o delegado Júlio Costa, titular da unidade de Nísia Floresta, o aspecto físico da vítima chamou a atenção dos policiais na hora da prisão. “Ela está sem corpo, branca. Vivendo dentro de um quarto, de uma casa, sem pegar um sol. É muito complicado. Ela fala muito baixo por não ter contato com o mundo exterior”, disse.

As investigações da PC aponta que o homem e a mulher viviam em união estável há 28 anos. Durante esse período, eles moravam em Recife e há dois se mudaram para Nísia Floresta, onde abriram um comércio, localizado no terraço de casa. A mulher viveu diversos episódios de violência psicológica e física. A filha, de 18 anos, além de estar em cárcere privado há 7 anos dos estudos, só poderia sair com o pai ou a mãe.

Em Recife, a filha do casal não tinha permissão para sair de casa sem os pais. Após a mudança para a praia Búzios, o cárcere foi intensificado, e a jovem só podia se locomover no interior de casa, sem poder nem mesmo ir ao comércio da família, no terraço da residência.

Ainda de acordo com a PC, o pai realizava constantes ameaças à jovem, que tinha medo devido à ocasiões anteriores de violência no ambiente doméstico, como acontecia com sua mãe. Os depoimentos dos vizinhos, colhidos pelo delegado Júlio Costa, fez com que polícia chegasse à conclusão de que a jovem não frequentava o ambiente escolar há sete anos, tendo ido até à 6ª série e, por 2 anos, sendo privada até da exposição ao sol.

Foto: Divulgação

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

É #FAKE que o Midway Mall vai cobrar pelo estacionamento Como consultar valores a receber com o Banco Central Morre Marília Mendonça após acidente aéreo; veja fotos CINCO deputados do RN votam pelo furo do teto de gastos Após rompimento de parceria com o Flow Podcast, hackers invadem iFood, trocam nome de restaurantes e dão apoio a Bolsonaro Azul mira compra da Latam Airlines e visa à criação de gigante sul-americana Homem se dá mal após tentar jogar drogas pela janela em Mossoró Adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro Preço da gasolina sobe 47% em 2021 e já custa R$ 7,29 em Natal após novo reajuste Cidade faz ‘recall’ de vacinação após enfermeira da Cruz Vermelha injetar água e sal na população Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio na Grande Natal Operação Falsos Heróis: Polícia Federal deflagra 2ª fase de operação contra contrabando de cigarros; um policial foi preso e outro afastado