Anderson Torres depõe ao TSE em ação que pede inelegibilidade de Bolsonaro

Anderson Torres depõe ao TSE em ação que pede inelegibilidade de Bolsonaro

Depoimento foi autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes

O ex-ministro da Justiça e ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres, prestou depoimento nesta quinta-feira (16.mar.2023) ao corregedor-geral Eleitoral, ministro Benedito Gonçalves, em uma ação que investiga condutas capazes de tornar o ex-presidente Jair Bolsonaro inelegível, em caso de condenação.

Torres foi ouvido na ação de investigação judicial eleitoral (Aije) que apura eventual crime eleitoral na conduta de Bolsonaro durante uma reunião com embaixadores em julho de 2022. Na ocasião, Bolsonaro atacou as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro sem apresentar provas. O depoimento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes, a pedido de Gonçalves.

Além de presidente do TSE, Moraes é relator, no Supremo Tribunal Federal (STF), de um inquérito que investiga a responsabilidade de Torres nos atos antidemocráticos de 8 de janeiro. Foi nessa investigação que foi encontrada, na casa do ex-ministro em Brasília, a minuta do golpe, um documento de teor intervencionista cujo texto previa a decretação de estado de sítio no TSE e reversão do resultado das urnas, em afronta à Constituição.

A pedido do PDT, esse documento foi aceito como prova na Aije contra Bolsonaro, motivo pelo qual Benedito Gonçalves pediu para ouvir as explicações de Torres.

Segundo informações obtidas pela Agência Brasil, Torres colaborou com o depoimento, respondendo às perguntas por cerca de uma hora e meia. A oitiva foi convocada por Gonçalves para esclarecer a chamada minuta do golpe, documento encontrado na casa do ex-secretário e cujo texto previa uma intervenção na Justiça Eleitoral, com o objetivo de impedir a apuração das eleições.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com informações da Agência Brasil

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal