Voto impresso evitaria fraude nas eleições

Ministro Barroso participa de reunião para analisar voto impresso em 2022

Ministro Barroso irá avaliar proposta da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF). Medida é defendida por Bolsonaro e por parlamentares governistas.

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, participa de reunião com deputados da comissão especial que analisa a PEC do Voto Impresso. O evento ocorre na tarde desta segunda-feira, 21. A emenda prevê a impressão do voto na urna eletrônica assim que ele for computado.

Foto: Sérgio Lima/Poder360

Em entrevista à emissora CNN, na semana passada, o ministro reforçou que o voto eletrônico no Brasil é seguro e que nunca houve denúncias concretas e comprovadas de que as eleições foram fraudadas ou que o processo eleitoral estava comprometido.

Sobre a relatoria da PEC discutida com o ministro Barroso

Assim como a deputada Bia Kicis, o relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) também é do PSL. O deputado federal do antigo partido de Bolsonaro, Filipe Barros, do PSL paranaense, pretende apresentar o relatório da proposta na próxima semana.

Foto: Eduardo G. de Oliveira/Agência AL

Leia mais sobre Política.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.