Operação Espúrio: PF desarticula grupo que fraudava auxílio emergencial no RN

Operação Espúrio

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 8, a Operação Espúrio, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso que tem recebido parcelas do Auxílio Emergencial no Rio Grande do Norte de forma fraudulenta. Cerca de 20 policiais cumpriram mandados de busca e apreensão nos municípios de Mossoró, Tibau e Grossos, todos na região Oeste Potiguar.

Segundo a PF, as investigações da Operação Espúrio tiveram início em fevereiro deste ano, a partir da análise de notícias de fraudes ao Auxílio Emergencial existentes na Base Nacional de Fraudes ao Auxílio Emergencial (BNFAE). O sistema centraliza as contestações feitas pelos beneficiários à Caixa Econômica Federal.

Os levamentamentos mostraram que o grupo criminoso realizada o cadastro de terceiros para recebimento do benefício por meio do aplicativo Caixa Tem, e após a concessão do auxílio, os valores eram movimentados para contas controladas pela quadrilha a partir de transfer~encias eletrônicas ou pagamentos de boletos. Até o momento, foi constatado o recebimento indevido de 28 parcelas do Auxílio Emergencial, totalizando prejuízo de mais de R$ 15 mil aos cofres públicos.

Foto: Divulgação/PF

Siga o Por Dentro do RN também no Instagram e mantenha-se informado.

MAIS LIDAS DO DIA

Casas Bahia abre vagas para PCD no Nordeste São João em Natal: Edição 2024 será mais modesta, diz prefeito Pesquisa Prefeitura de Natal 2024: Carlos Eduardo lidera levantamento do Instituto Seta MPRN recomenda que governo do RN não aumente salários nem faça concursos para evitar colapso fiscal Midway Mall comemora 19 anos com sorteio de três BYD zero quilômetro e desfile de moda Neoenergia Cosern é criticada por quedas de energia no Réveillon Festival MADA 2023 terá o ‘Baile da Amada’ Cosern é condenada a indenizar cliente por cobrança indevida por falha em medidor Influencer trans Flávia Big Big morre vítima de câncer Ambulância das drogas: Motorista do SAMU preso usava o veículo para transportar e vender maconha e cocaína Prefeitura de Natal lança concurso para procurador Lei Seca: Idoso é preso pela terceira vez dirigindo bêbado em Natal